Últimas notícias do evento

Leitura Recomendada: Noite de Érico Veríssimo

Postado em Atualizado em

nouteEVFalar de certos livros e elogiá-los é como chover no molhado. São obras que já foram lidas, relidas, comentadas, resenhadas e recomendadas inúmeras vezes. Mais uma resenha de um desses livros não faria a menor diferença. Entretanto são leituras que não podem deixar de serem recomendadas. São livros fundamentais.

Esta série, Leitura Recomendada, trará alguns desses livros em periodicidade indefinida. Sempre acompanhada de uma frase ou paráfrase ou citação para mostrar aos que seguirem a recomendação que o livro recomendado foi realmente lido por quem recomenda.

Não se preocupe, a frase, paráfrase ou citação não se tratará de spoiler, mas de algo que só os leitores que lerem realmente o livro recomendado entenderão.

A leitura recomendada de hoje é Noite de Érico Veríssimo.

Frase, paráfrase ou citação: apesar da fama de O Tempo e o Vento, Noite é a verdadeira obra-prima máxima de seu autor. Para os que não conhecem Érico Veríssimo, noite é uma ideia simples bem executada: um homem sem memória caminha pela noite e encontra companhias para lá de suspeitas. Para os que já são leitores deste grande escritor, Noite apresenta um final surpreendente para um livro de Érico Veríssimo. Em Noite, Érico Veríssimo realiza uma utopia literária onde todos os gêneros, estilos e influências se encontram em um harmônico paradoxo. Um espetacular delírio, delírio por ser espetacular e espetacular por ser realista. Um lirismo realista e um realismo lírico, ainda que cruel.

Boas leituras!

Rodrigo Rosas Campos

Anúncios

Leitura Recomendada: A Revolução dos Bichos de George Orwell

Postado em Atualizado em

revBichosFalar de certos livros e elogiá-los é como chover no molhado. São obras que já foram lidas, relidas, comentadas, resenhadas e recomendadas inúmeras vezes. Mais uma resenha de um desses livros não faria a menor diferença. Entretanto são leituras que não podem deixar de serem recomendadas. São livros fundamentais. Esta série, Leitura Recomendada, trará alguns desses livros em periodicidade indefinida. Sempre acompanhada de uma frase ou paráfrase ou citação para mostrar aos que seguirem a recomendação que o livro recomendado foi realmente lido por quem recomenda.

Não se preocupe, não se trata de spoiler, mas de algo que só os leitores entenderão.

A leitura recomendada de hoje é A Revolução dos Bichos de George Orwell.

Frase, paráfrase ou citação: todos são iguais, mas alguns não serão mais iguais que outros?

Boas leituras!

Rodrigo Rosas Campos

Leitura Recomendada: Planeta dos Macacos de Pierre Boulle

Postado em Atualizado em

PlanetMacSim, originalmente é um livro e o autor é françês.

Falar de certos livros e elogiá-los é como chover no molhado. São obras que já foram lidas, relidas, comentadas, resenhadas e recomendadas inúmeras vezes. Mais uma resenha de um desses livros não faria a menor diferença. Entretanto são leituras que não podem deixar de serem recomendadas. São livros fundamentais. Esta série, Leitura Recomendada, trará alguns desses livros em periodicidade indefinida. Sempre acompanhada de uma frase ou paráfrase ou citação para mostrar aos que seguirem a recomendação que o livro recomendado foi realmente lido por quem recomenda.

Não se preocupe, não se trata de spoiler, mas de algo que só os leitores entenderão.

A leitura recomendada de hoje é Planeta dos Macacos de Pierre Boulle.

Frase, paráfrase ou citação: o livro é sempre melhor que o filme, mas neste caso é 3 vezes melhor e mais surpreendente que qualquer um dos filmes e que a série de TV juntos. Todas as adaptações deste livro, por melhores que sejam, são 3 vezes mais rasas. Não acredita? Confira.

Editora Pocket Ouro/Ediouro, sua última edição foi em 2005, deve ser difícil de achar em sebos, mas vale muito a pena. 3 vezes mais do que ver qualquer um dos filmes.

Boas leituras!

Rodrigo Rosas Campos

Leitura Recomendada: Maus de Art Spiegelman

Postado em Atualizado em

mausFalar de certos livros e elogiá-los é como chover no molhado. São obras que já foram lidas, relidas, comentadas, resenhadas e recomendadas inúmeras vezes. Mais uma resenha de um desses livros não faria a menor diferença. Entretanto são leituras que não podem deixar de serem recomendadas. São livros fundamentais. Esta série, Leitura Recomendada, trará alguns desses livros em periodicidade indefinida. Sempre acompanhada de uma frase ou paráfrase ou citação para mostrar aos que seguirem a recomendação que o livro recomendado foi realmente lido por quem recomenda.

Não se preocupe, não se trata de spoiler, mas de algo que só os leitores entenderão.

A leitura recomendada de hoje é Maus de Art Spiegelman.

Frase, paráfrase ou citação: “Amigos? Seus amigos?… se trancar elas em quarto sem comida por um semana… …aí ia ver o que é amigo!…” (Spiegelman, 2005, página 6).

Boas leituras!

Rodrigo Rosas Campos

Leitura Recomendada: 1984 de George Orwell

Postado em Atualizado em

1984Falar de certos livros e elogiá-los é como chover no molhado. São obras que já foram lidas, relidas, comentadas, resenhadas e recomendadas inúmeras vezes. Mais uma resenha de um desses livros não faria a menor diferença. Entretanto são leituras que não podem deixar de serem recomendadas. São livros fundamentais. Esta série, Leitura Recomendada, trará alguns desses livros em periodicidade indefinida. Sempre acompanhada de uma frase ou paráfrase ou citação para mostrar aos que seguirem a recomendação que o livro recomendado foi realmente lido por quem recomenda.

Não se preocupe, não se trata de spoiler, mas de algo que só os leitores entenderão.

A leitura recomendada de hoje é 1984 de George Orwell

Frase, paráfrase ou citação: cuidado, meus amigos, evitem aqueles rebeldes que só são rebeldes da cintura para baixo.

Boas leituras!

Rodrigo Rosas Campos

[Resenha #194] A Garota Bipolar 1 – O Início de Tudo Versão Analógica do Ota

Postado em Atualizado em

otaGb1Desaconselhável para menores de 18 anos!

Sim, é ele mesmo, o Kid Ota que fazia os relatórios da Mad Brasil. Sim, é humor de escracho, não é politicamente correto, se você é sensível, pare agora! Todos avisados, então vamos!

Leia o resto deste post »

Atualizações do Grupo Panini, Completa Astro City

Postado em Atualizado em

Oi pessoal, as atualizações do grupo Panini, Completa Astro City também podem ser acompanhadas pela página do Literakaos no Facebook (https://www.facebook.com/LiteraKaos/), vai lá e nos apoie! Obrigado!

Rodrigo Rosas Campos

Garimpando Em Gibiterias: Neonomicon – A Introdução de Alan Moore ao Universo de H. P. Lovecraft

Postado em Atualizado em

neonomiconDesaconselhável para menores de 18 anos!

O mercado de quadrinhos no Brasil é muito fraco, sejamos honestos. Lá fora, grandes obras permanecem em catálogo permanente tal como livros clássicos. Os editores de quadrinhos nacionais são bem imediatistas e até mesmo obras como Watchmen e Maus ficam difíceis de encontrar de tempos em tempos. A série “Garimpando em Gibiterias” fala de quadrinhos que valem a pena “garimpar” em gibiterias, sebos, estoques antigos de livrarias virtuais, feiras de livros e, se a grana estiver muito curta, em bibliotecas públicas. Sim, existem quadrinhos em bibliotecas públicas, é só procurar.

A pedra garimpada de hoje é Neonomicon de Alan Moore. Antes de mais nada, é um quadrinho pesado mesmo! Quer continuar? Siga em frente.

Leia o resto deste post »

[Resenha #193] Um Pedaço de Madeira e Aço – O Poema Gráfico de Chabouté

Postado em Atualizado em

uPdMeAQuadrinhos sem palavras são mais comuns do que muitas pessoas pensam. Desde as primeiras tiras de jornais até hoje, muitos artistas conseguem contar uma história só com o uso de imagens em sequência. Imagine um texto onde fatos são narrados, mas que não mostra, em nenhum momento, as falas dos personagens. Uma história em quadrinhos sem palavras funciona do mesmo jeito. Quando há palavras, elas são parte do cenário ou das roupas e acessórios dos personagens. Ou seja, quadrinhos sem palavras possuem roteiros, e estes precisam ser muito bem detalhados para que o desenhista possa transformá-lo numa história que dispense o uso de letras para comunicar, até mesmo, os eventuais diálogos.

Em Um Pedaço de Madeira e Aço, Chabouté é o roteirista, o desenhista e o arte-finalista ao mesmo tempo. Ele usa as poucas palavras nas roupas e no cenário com maestria. Mas comentar muito essa história é simplesmente arriscar uma narração do que aconteceu ao longo dos quadros, o que, no caso, é estragar a experiência do leitor (ou seria espectador) do quadrinho.

Logo, deixo aqui um alerta de eventuais spoilers. Se você se interessou, e não quer arriscar, a edição foi publicada no Brasil pela editora Pipoca & Nanquim, só está a venda em gibiterias, R$ 69,90, na loja virtual da própria editora e na Amazon, sei lá se com ou sem desconto, depende do dia.

Spoiler Alert!

Leia o resto deste post »