Últimas notícias do evento

[Resenha # 227] O Ditador Frankenstein Com Desenhos de Júlio Shimamoto e Roteiros de Vários Veteranos das HQs do Terror Nacional

Postado em Atualizado em

DitFrankContém cenas de tortura, ou seja, violência em sua forma mais covarde, desaconselhável para menores de 18 anos.

Essa é uma resenha que me deu trabalho para escrever, uma vez que tive a grata surpresa de que Shimamoto não escreveu todas as histórias desta coletânea, muitas são de outros escritores. Além das histórias desenhadas e escritas por Shimamoto, vários autores emprestaram seus textos para o desenho arrebatador do mestre Shima. A começar pela história que dá título ao volume, O Ditador Frankenstein foi escrito por Luiz Antonio Aguiar.

Leia o resto deste post »

[Resenha #226] Assassino na Casa de Fábio Vermelho

Postado em Atualizado em

assacasaPara maiores de 18 anos, avisados!

Uma babá toma conta de um garoto enquanto a notícia de um assassino em série aparece na TV. A polícia não tem pistas e o criminoso age no bairro da casa do garoto em que a babá está trabalhando. Toca a campainha, a menina se assusta, mas é só o namorado dela querendo entrar para namorar.

Ela então desliga a TV, dá o jantar para o menino, o suborna com dois pirulitos para ele ir dormir mais cedo e recebe o namorado. Os dois começam a namorar com o som baixo enquanto o garoto dorme em seu quarto. Mas o assassino está a solta nos arredores, estarão nossos 3 amigos seguros na casa?

Falar mais que isso é dar spoilers, e isso é uma revista de mistério, portanto a preocupação com spoilers é MUITO legítima.

O desenho passa bem a atmosfera da trama. O ponto negativo é que se passa nos EUA, apesar de ter sido escrita e desenhada por Fábio Vermelho. Pessoal, vamos escrever histórias em nosso quintal! O Brasil também poderia ser palco dessa história e nosso país é rico em histórias.

O livro pode ser adquirido na loja virtual da Ugra pelo preço de R$8,00 mais o frete. É da editora Ugra e da coleção Ugrito. É, literalmente, uma edição que cabe no seu bolso.

Boas leituras!

Rodrigo Rosas Campos

[Resenha #225] Culpa de Cristina Eiko

Postado em Atualizado em

culpaUma tarde de desenho entre dois irmãos toma um rumo inesperado quando eles vão mostrar os desenhos ao pai. A menina, mais nova, é elogiada e o garoto, mais velho é repreendido por não ter feito o dever de casa sem que o pai sequer olhasse para o desenho dele.

Continuar contando é dar spoiler, neste pequeno gibi a autora, Cristina Eiko, textos, desenhos e arte-final, explora o nascimento de um triste sentimento que, com certeza, já corroeu a todos nós, a culpa.

Detesto decepcionar aos que gostam de resenhas mais detalhadas, mas, nesse caso, detalhar é estragar a história. Um quadrinho curto, poético, triste e contundente. Um desenho em estilo mangá de excelente qualidade. Muito indicado MESMO para quem é pai, mãe ou responsável por crianças.

O livro pode ser adquirido na loja virtual da Ugra pelo preço de R$8,00 mais o frete. É da editora Ugra e da coleção Ugrito. É, literalmente, uma edição que cabe no seu bolso.

Boas leituras!

Rodrigo Rosas Campos

[Resenha#224] A Morte de Ivan Ilitch de Leon Tostoi

Postado em Atualizado em

amiiDiante da morte, toda uma nova perspectiva da vida se desdobra. A Morte de Ivan Ilitch é a história da vida de Ivan Ilitch, de seu apogeu na juventude até a fragilidade desconcertante que antecede sua morte escrito por esse gênio da literatura russa que é Leon Tostoi.

Uma prosa poética que nos coloca diante de nossa própria finitude, fragilidade e insignificância. Cabeça demais? Nem tanto. Leia, experimente, se dê essa chance. É um livro que está disponível em várias editoras, vários formatos e para vários bolsos e é facilmente encontrado em sebos e bibliotecas públicas. A edição usada aqui é da L&PM Pocket de 2002.

De fato, talvez esta será a menor resenha que farei aqui. Não há muito o que falar sem descrever o que acontece em detalhes. Você já sabe, pelo título, que o protagonista morrerá, mas é a vida que antecede a morte que é contada e, por que não dizer, celebrada. O livro tem uma linguagem acessível, poucas páginas (esta edição só tem 108 páginas) e, na maioria das edições, um preço bem convidativo.

Vamos lá, experimente!

Boas leituras!

Rodrigo Rosas Campos

[Resenha #223] Turma do Penadinho: Alguém Viu Uma Assombração? de Mauricio de Sousa Pela L&PM

Postado em Atualizado em

tpAvuaLpmTurma do Penadinho: Alguém Viu Uma Assombração? de Mauricio de Sousa Pela L&PM marca a volta da turma de terror, digo, de terrir mais famosa do Brasil em um segundo livro de tiras! Penadinho, Cranicola, Zé Vampir, Muminho, Dona Morte entre outros em impagáveis e hilárias situações na morte nossa de cada noite. O livro está em catálogo no site da editora por R$19,90.

Bom, não dá para comentar tira a tira sem dar spoilers, mas posso mencionar muita coisa. Exemplos os fantasmas recém-chegados no cemitério e as inusitadas causas de suas mortes; as piadas específicas de cada membro da turma do Penadinho, as primeiras aparições do Diabão e do Zé Caveirinha, os inusitados dilemas daqueles que vivem, digo, que morrem a morte além de participações inusitadas e para lá de especiais.

Bom, meninas românticas, não fiquem zangadas, mas antes da Alminha morrer, digo, surgir na história, o Penadinho teve outras namoradas e algumas delas aparecem neste livro.

Boas leituras!

Rodrigo Rosas Campos

 

Garimpando Em Gibiterias: As Melhores Tiras do Penadinho de Mauricio de Sousa Pela Panini Books

Postado em Atualizado em

amtpPbO mercado de quadrinhos no Brasil é muito fraco, sejamos honestos. Lá fora, grandes obras permanecem em catálogo permanente tal como livros clássicos. Os editores de quadrinhos nacionais são bem imediatistas e até mesmo obras como Watchmen e Maus ficam difíceis de encontrar de tempos em tempos. A série “Garimpando em Gibiterias” fala de quadrinhos que valem a pena “garimpar” em gibiterias, sebos, estoques antigos de livrarias virtuais, feiras de livros e, se a grana estiver muito curta, em bibliotecas públicas. Sim, existem quadrinhos em bibliotecas públicas, é só procurar.

A pedra garimpada de hoje é As Melhores Tiras do Penadinho de Mauricio de Sousa Pela Panini Books. De Junho de 2008, com preço original de R$9,90, a Panini lançou uma coleção de livros de tiras da turminha. Todavia, na Panini, a coleção ficou limitada aos primeiros volumes de Mônica, Chico Bento, Cebolinha, Bidu e Penadinho. Logo em seguida a série de livros de tiras do Mauricio de Sousa migraria para a L&PM, onde está até hoje. Mas voltemos ao Penadinho.

Leia o resto deste post »

[Resenha #222] Ed Mort: Todas as Histórias de Luis Fernando Veríssimo – Estava Escrito na Porta, Roubaram a Porta

Postado em Atualizado em

edMortConhecido por ser um cronista/contista de mão cheia, criador de sucessos como o Analista de Bagé e Comédias da Vida Privada, Luis Fernando Veríssimo criou a mais impagável sátira brasileira dos detetives noir dos filmes estadunidenses, Ed Mort, estava escrito na porta, roubaram a porta.

Leia o resto deste post »

[Resenha #221] O Analista de Bagé de Luis Fernando Veríssimo na Editora L&PM

Postado em Atualizado em

AbageEu sei, hoje, autor e personagem fazem parte de catálogo da editora Objetiva. Mas a maioria dos livros de Luis Fernando Veríssimo (também conhecido como o filho do Érico) foi publicada pela primeira vez na editora L&PM.

Leia o resto deste post »

[Matéria] Um Pouco Mais Sobre Dominus, o RPG Sem Mestre Para Jogos Rápidos

Postado em Atualizado em

sDomModPor Rodrigo Rosas Campos

Já falei, ou melhor, escrevi, sobre o Dominus na matéria Livros Jogos, Uma Alternativa Em Tempos de Quarentena aqui mesmo neste blog. Mas esse pequeno sistema merece uma olhada a mais. Se você está preso(a) em casa por conta do vírus Corona, se sua conexão com a Internet não é lá essas coisas e se você gosta de RPG, Dominus é uma boa alternativa tanto para jogadores quanto para mestres.

O sistema de RPG solo Dominus é do coletivo Iniciativa Dominus e editado pelo mesmo.

Dominus é um sistema de RPG solo, genérico, gratuito e de licença aberta para criar e/ou jogar aventuras rápidas.

Possui alguns jogos (cenários) prontos e o modelo para preenchimento e criação de cenários (jogos). Como eu disse, feito para jogadores e mestres. O mestre ainda pode acrescentar regras às mecânicas básicas, as regras X, para melhor elaborar as ideias trazidas por seus cenários.

Criado, ampliado e mantido pelo coletivo Iniciativa Dominus, este pequeno sistema está licenciado com a licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional. Site (https://drive.google.com/drive/folders/12shlnErqdUl84Pr8yr-C5txqW10es-RA). Entre os cocriadores do sistema, estão Cezar Capacle, coautor de Gatos Espaciais, e Tiago Junges, da Coisinha Verde.

Concluindo, se você não pode se dar ao luxo de trabalhar em casa, boa sorte nesta pandemia e cuidado. Para todos, lavem bem as mãos e mantenham uma distância segura uns dos outros e calma, isso também vai passar!

Boas leituras, tomem cuidado e bons jogos!

[Resenha #220] Comédias da Vida Privada de Luis Fernando Veríssimo

Postado em Atualizado em

LFVcvpLuis Fernando Veríssimo é, sem dúvida, um dos mais versados escritores a tratar do cotidiano do brasileiro com muito bom humor e irreverência. Comédias da Vida Privada é o livro em que ele reúne o melhor de sua produção acerca da rotina de todos nós. Esta é uma edição do saudoso Círculo do Livro, de 1994. Atualmente, toda a obra de Veríssimo é publicada pela editora Objetiva.

Leia o resto deste post »