Autor: rodrigorosascampos

[Resenha #194] A Garota Bipolar 1 – O Início de Tudo Versão Analógica do Ota

Postado em Atualizado em

otaGb1Desaconselhável para menores de 18 anos!

Sim, é ele mesmo, o Kid Ota que fazia os relatórios da Mad Brasil. Sim, é humor de escracho, não é politicamente correto, se você é sensível, pare agora! Todos avisados, então vamos!

Leia o resto deste post »

Anúncios

Atualizações do Grupo Panini, Completa Astro City

Postado em Atualizado em

Oi pessoal, as atualizações do grupo Panini, Completa Astro City também podem ser acompanhadas pela página do Literakaos no Facebook (https://www.facebook.com/LiteraKaos/), vai lá e nos apoie! Obrigado!

Rodrigo Rosas Campos

Garimpando Em Gibiterias: Neonomicon – A Introdução de Alan Moore ao Universo de H. P. Lovecraft

Postado em Atualizado em

neonomiconDesaconselhável para menores de 18 anos!

O mercado de quadrinhos no Brasil é muito fraco, sejamos honestos. Lá fora, grandes obras permanecem em catálogo permanente tal como livros clássicos. Os editores de quadrinhos nacionais são bem imediatistas e até mesmo obras como Watchmen e Maus ficam difíceis de encontrar de tempos em tempos. A série “Garimpando em Gibiterias” fala de quadrinhos que valem a pena “garimpar” em gibiterias, sebos, estoques antigos de livrarias virtuais, feiras de livros e, se a grana estiver muito curta, em bibliotecas públicas. Sim, existem quadrinhos em bibliotecas públicas, é só procurar.

A pedra garimpada de hoje é Neonomicon de Alan Moore. Antes de mais nada, é um quadrinho pesado mesmo! Quer continuar? Siga em frente.

Leia o resto deste post »

[Resenha #193] Um Pedaço de Madeira e Aço – O Poema Gráfico de Chabouté

Postado em Atualizado em

uPdMeAQuadrinhos sem palavras são mais comuns do que muitas pessoas pensam. Desde as primeiras tiras de jornais até hoje, muitos artistas conseguem contar uma história só com o uso de imagens em sequência. Imagine um texto onde fatos são narrados, mas que não mostra, em nenhum momento, as falas dos personagens. Uma história em quadrinhos sem palavras funciona do mesmo jeito. Quando há palavras, elas são parte do cenário ou das roupas e acessórios dos personagens. Ou seja, quadrinhos sem palavras possuem roteiros, e estes precisam ser muito bem detalhados para que o desenhista possa transformá-lo numa história que dispense o uso de letras para comunicar, até mesmo, os eventuais diálogos.

Em Um Pedaço de Madeira e Aço, Chabouté é o roteirista, o desenhista e o arte-finalista ao mesmo tempo. Ele usa as poucas palavras nas roupas e no cenário com maestria. Mas comentar muito essa história é simplesmente arriscar uma narração do que aconteceu ao longo dos quadros, o que, no caso, é estragar a experiência do leitor (ou seria espectador) do quadrinho.

Logo, deixo aqui um alerta de eventuais spoilers. Se você se interessou, e não quer arriscar, a edição foi publicada no Brasil pela editora Pipoca & Nanquim, só está a venda em gibiterias, R$ 69,90, na loja virtual da própria editora e na Amazon, sei lá se com ou sem desconto, depende do dia.

Spoiler Alert!

Leia o resto deste post »

[Resenha#192] Pequenas & Notáveis de Tebhata Spekman – Tirinhas de Humor da Melhor Qualidade

Postado em Atualizado em

TsPeNsUma pequena edição de 24 páginas, R$10,00, ZanZoo Editorial, que comprei num evento. Por pouco não foi direto das mãos da autora, escritora e desenhista, mas ela não estava passando bem; melhoras, Tebhata! Pequenas e Notáveis traz as personagens Marry e Melody, duas amigas, estudantes, que aprontam altas confusões em tirinhas bem sacadas.

Leia o resto deste post »

[Resenha#191] Nebula: Piratas de Marduk – Aventuras Espaciais Num Sistema de RPG Nacional

Postado em Atualizado em

nebulaEscrito por Tiago Junges e editado pela Coisinha Verde, Nebula: Piratas de Marduk é um RPG nacional com viagens espaciais. O sistema foi criado com o objetivo de construir cenários de ficção científica de colonizadores/exploradores do espaço, space opera, como 2001, Uma Odisseia no Espaço ou Star Trek, Jornada nas Estrelas.

Como todo bom RPG de temática específica, Nebula: Piratas de Marduk traz seu próprio cenário, que dá nome ao livro. Em Nebula, os jogadores interpretarão piratas espaciais do planeta Marduk. O mestre interpretará o agiota, os assassinos e as autoridades do sistema Tigris, tudo para impedir que a tripulação (jogadores) pague sua dívida e possa viver honestamente sua vida desonesta de contrabandistas com a nave quitada e bem equipada. Tudo isso com uma conspiração cyberpunk no pano de fundo, um charme a mais que complica ainda mais um pouco a vida de nossos anti-heróis.

Leia o resto deste post »

[Resenha #190] Bichos – A Violência Humana da Perspectiva Animal por Daniel Esteves, Alex Rodrigues e Al Stefano

Postado em Atualizado em

bichosgatoQuadrinhos sem palavras são mais comuns do que muitas pessoas pensam. Desde as primeiras tiras de jornais até hoje, muitos artistas conseguem contar uma história só com o uso de imagens em sequência. Imagine um texto onde fatos são narrados, mas que não mostra, em nenhum momento, as falas dos personagens. Uma história em quadrinhos sem palavras funciona do mesmo jeito. Quando há palavras, elas são parte do cenário ou das roupas e acessórios dos personagens. Ou seja, quadrinhos sem palavras possuem roteiros, e estes precisam ser muito bem detalhados para que o desenhista possa transformá-lo numa história que dispense o uso de letras para comunicar, até mesmo, os eventuais diálogos.

Comentar essas histórias é simplesmente arriscar uma narração do que aconteceu ao longo dos quadros, o que, no caso, é estragar a experiência do leitor (ou seria espectador) do quadrinho. Logo, deixo aqui um alerta de eventuais spoilers. Se você se interessou, e não quer arriscar, a revista está a venda em algumas gibiterias digitais e no próprio site da Zapata Edições (http://zapataedicoes.com.br/); R$15,00 +frete. Observação, no site da editora a capa em destaque é a do cachorro.

Spoiler Alert!

Leia o resto deste post »

Um Grupo no Facebook Pede: Panini, Completa Astro City

Postado em Atualizado em

ssgJá escrevi muito sobre a série de quadrinhos Astro City por aqui. Quem quiser pode digitar “Astro City” no campo de pesquisa deste blog para ver, mas espere! Leia este post até o fim antes.

Leia o resto deste post »

[Resenha#189] Zoeira na Idade Média com o RPG Advanced Malditos Goblins

Postado em Atualizado em

aMgEscrito por Tiago Junges e editado pela Coisinha Verde, Advanced Malditos Goblins é um RPG satírico onde os jogadores interpretam goblins fracotes criados aleatoriamente em um típico cenário medieval. A versão simples do sistema pode ser baixada gratuitamente (http://coisinhaverde.com.br/jogos/).

Possui temática e cenários específicos, malditos goblins num mundo (ou tempo) medieval. Todos os personagens jogadores são goblins e todos são criados aleatoriamente, uma proposta bem divertida. O jogador precisará do manual, de um grupo de amigos, uma mesa, alguém disposto a ser o mestre, papel, lápis, borracha, dados comuns de 6 faces achados em qualquer papelaria, Banco Imobiliário, Ludo e Ludo Real etc. e muita disposição para se divertir.

Leia o resto deste post »