Quadrinhos

Garimpando Em Gibiterias: Cartas Selvagens da Epic pela Editora Globo

Postado em Atualizado em

CartasSelvagensHQEncO mercado de quadrinhos no Brasil é muito fraco, sejamos honestos. Lá fora, grandes obras permanecem em catálogo permanente tal como livros clássicos. Os editores de quadrinhos nacionais são bem imediatistas e até mesmo obras como Watchmen e Maus ficam difíceis de encontrar de tempos em tempos. A série “Garimpando em Gibiterias” fala de quadrinhos que valem a pena “garimpar” em gibiterias, sebos, estoques antigos de livrarias virtuais e, se a grana estiver muito curta, em bibliotecas públicas. Sim, existem quadrinhos em bibliotecas públicas, é só procurar.

A pedra garimpada de hoje é Cartas Selvagens da Epic que saiu pela editora Globo aqui no Brasil.

Leia o resto deste post »

Anúncios

Garimpando Em Gibiterias: A Era Metalzóica de Pat Mills e Kevin O´Neill

Postado em Atualizado em

EMDesaconselhável para menores de 18 anos.

O mercado de quadrinhos no Brasil é muito fraco, sejamos honestos. Lá fora, grandes obras permanecem em catálogo permanente tal como livros clássicos. Os editores de quadrinhos nacionais são bem imediatistas e até mesmo obras como Watchmen e Maus ficam difíceis de encontrar de tempos em tempos. A série “Garimpando em Gibiterias” fala de quadrinhos que valem a pena “garimpar” em gibiterias, sebos, estoques antigos de livrarias virtuais e, se a grana estiver muito curta, em bibliotecas públicas. Sim, existem quadrinhos em bibliotecas públicas, é só procurar.

A pedra garimpada hoje é A Era Metalzóica de Pat Mills (texto) e Kevin O´Neill (arte).

Leia o resto deste post »

[Resenha # 132] Choques Alienígenas de Alan Moore (que Escreveu no Módulo Protocolar) ou É Só Para se Divertir, Esqueça o Brilhantismo do Mago

Postado em Atualizado em

ChoquesAlienigenas  Rodrigo Rosas Campos

Antes de mais nada, até gostei, mas não valeu os R$79,90 do preço pelos motivos que revelarei a seguir. Choques Alienígenas reúne as séries D. R. & Quinch e Skizz, ambas publicadas originalmente em capítulos de mais ou menos cinco páginas na revista mix britânica 2000 AD entre 1983 e 1993. Essas histórias, contudo, trazem um Alan Moore protocolar, escrevendo o que os editores determinaram. Não esperem o brilhantismo que consagrou o escritor, nem o famoso humor refinado dos ingleses em geral.

Leia o resto deste post »

Garimpando Em Gibiterias: Halo Graphic Novel

Postado em Atualizado em

HGNComo vocês já perceberam, o Garimpando em Gibiterias de hoje falará sobre a primeira adaptação para os quadrinhos do videogame Halo. Este jogo não se popularizou por aqui, mas a série é considerada o Star Wars do videogame, com fãs nos EUA, Canadá, Europa e Japão. Master Chief possui, inclusive, uma estátua num renomado museu de cera. Mas antes de falar da edição em si, quero gastar umas linhas explicando o porquê de iniciar este texto com o título Garimpando Em Gibiterias, que esqueci de colocar no Almanaque Contos da Madrugada.

Leia o resto deste post »

Garimpando Em Gibiterias: Almanaque Contos da Madrugada #01

Postado em Atualizado em

almanaqueCMEis que me cai nas mãos uma edição de quadrinhos nacionais de terrir de 2010. O Almanaque Contos da Madrugada #01, um ilustre perdedor do troféu HQ Mix. Esta edição surgiu quando o editor, Felipe Meyer (será ele parente de uma certa escritora?), estava com preguiça de editar o zine Contos da Madrugada #03. Logo, a solução foi recauchutar, digo, republicar algumas histórias da Contos da Madrugada #01 e 02 no Almanaque Contos da Madrugada #01. Isso mesmo, e essa história foi colocada como história em quadrinhos dentro da edição em questão. Pode se considerar que é a história inédita da edição. Ela acontece em vários momentos entre as republicações.

Leia o resto deste post »

[Resenha #127] Garota Siririca de Love Love 6

Postado em Atualizado em

gsNão aconselhável para menores de 16 anos.

Está escrito no próprio livro que ele é desaconselhável para menores de 16 anos, mas, para evitar o mimimi de quem tampa o Sol com a peneira, sei que vocês estão aí, e a pior censura é a autoimposta, amplio para 18 anos. Também é desaconselhável para gente fresca ou preconceituosa. Se você se reconheceu, pare de ler essa resenha agora e volte para seu mundinho limitado e desatualizado.

Leia o resto deste post »

[Matéria] São Paulo dos Mortos 3 Ganha o 29° Troféu HQ Mix na Categoria de Melhor Publicação Independente de Grupo

Postado em Atualizado em

SPM3Antes de mais nada, parabéns a todos os outros ganhadores das demais categorias!

São Paulo dos Mortos 3 foi financiado pelo Catarse, depois do sucesso dos dois volumes anteriores. Este ano, Daniel Esteve e sua brilhante equipe de desenhistas, arte-finalistas e o capista ganharam o Troféu HQ Mix na Categoria de Melhor Publicação Independente de Grupo.

A resenha de São Paulo dos Mortos 3 já foi publicada por aqui (junto com as duas edições anteriores), mas tendo em vista a ocasião, ela está republicada abaixo com ligeiras mudanças. É um quadrinho que vale a pena e não é necessário a leitura dos anteriores para entender o terceiro volume.

Leia o resto deste post »