[RESENHA#173]A Garota do Calendário – Agosto, de Audrey Carlan

Postado em Atualizado em

Baixar-livro-Agosto-A-Garota-do-Calendario-Audrey-Carlan-em-PDF-ePub-e-Mobi-ou-ler-online-370x571
Título: 
A Garota do Calendário – Agosto

Autor: Audrey Carlan
ISBN:  9788576865292
Ano:  2016
Páginas:  160
Editora:  Verus Editora
Informações: Skoob Goodreads
Compre aqui: Submarino Saraiva Cultura Amazon

Sinopse: O que você faria para salvar a vida de seu pai? A vida é feita de escolhas. Mia Saunders fez a dela. O sexto volume do fenômeno editorial nos Estados Unidos, com mais de 3 milhões de cópias vendidas Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser… Agosto virá com uma tarefa diferente para Mia: ir a Dallas fingir ser irmã do jovem magnata e caubói Max. Mia sabe que sua contratação tem a ver com os negócios de Max, mas nunca poderia imaginar o que está prestes a acontecer.


Gente, eu vou começar essa resenha dizendo o quanto eu estou chocaney com esse livro!

Desde o início dessa série eu falo mal dela. Mas isso é até agora! Me lamentei durante toda a leitura e tudo o mais, mas, não sou uma mulher de injustiças! Eu sei detonar, mas também sei exaltar. Logo….

>CUIDADO! PODERÁ CONTER SPOILERS!<

Neste mês de agosto Mia acaba se entregando de corpo e alma para seu namorado Wes e acaba se mudando para a casa dele. Entretanto, vale ressaltar que mesmo morando com ele, a mesma permanece irredutível, e continuará seu trabalho até pagar a dívida de seu pai. Nada de ser bancada! A dívida será paga de forma honesta com o “suor” de seu trabalho. 😉

anigif_enhanced-5698-1427135100-6.gif

Logo, mia acaba desembarcando em Dallas, indo de encontro a Max Cullingham, seu próximo cliente, onde sua tarefa será se passar pela irmã desaparecida de Max que coincidentemente tem a mesma data de nascimento de Mia além de um sobrenome muito similar.

Nesse livro, a autora pela primeira vez focou em algo que não fosse apenas sexo com o cara mais gostoso do mundo. Não que não tenha senas de sexo, mas pasmem! Tiveram apenas 2! Juro! Incrível não é mesmo? Desta vez temos histórias, uma trama e me senti finalmente envolvida pela mesma. Me comoveu! É para louvar de pé, igreja!!!

giphy-4.gif

Finalmente vou ler o próximo livro com curiosidade genuína e de bom grado!

Não foi leitura extraordinária, até porque são apenas 140 páginas, mas também não foi a merda leitura desagradável como foram as histórias anteriores.

Estou feliz de não ter desistido!

Ser brasileira e não desistir nunca tem suas vantagens não é mesmo?

Sem título

Anúncios

9 comentários em “[RESENHA#173]A Garota do Calendário – Agosto, de Audrey Carlan

    Renner Silva e Souza disse:
    16/04/2018 às 23:02

    Oi Ana, joia?
    kkkk, ri demais com a sua resenha, jeito descontraído de abordar o assunto. Me agrada saber que tem gente que fala mesmo quando não gosta de algo.Que felicidade que você não desistiu e achou algo de interessante nessa série, enfim. Eu, particularmente, não sou muito leitor de romance hot (até poderia ler mas é muito voltado para um público feminino). Pelo menos essa premissa de acompanhante de aluguel parece bacana, se os livros não forem rasos demais (se mantém só nas coisas fúteis), pode ser que resulte em uma boa temática. Mas gostei de saber sobre o que trata A Garota do Calendário, de verdade.

    Curtir

    Laura disse:
    17/04/2018 às 15:36

    Ahhh, preciso continuar lendo essa série! É uma série tão tranquila e gostosa de ler, é bem viciante mesmo. Parei em junho e já estou curiosa para saber o que acontece depois!! Fico feliz que o mês de agosto tenha te agradado, ao contrário dos meses anteriores. É ótimo quando a gente percebe que valeu a pena não desistir ❤

    Curtir

    Izabeli Paula disse:
    17/04/2018 às 21:18

    Oi!
    Adorei sua resenha, achei bem legal a maneira como você escolheu abordar o livro, de forma descontraída. Eu já li a série, não achei os livros anteriores tão ruins, mas também não são nenhuma maravilha. Eu só achei ok, uma leitura que dá para levar de boa se você não elevar suas expectativas, só. Desse livro em diante a maneira com que as coisas acontecem para a Mia muda totalmente, parece que ela finalmente percebeu que tem um boy incrível querendo ela e ela parou de se enxerir pros outros.
    Beijos!
    https://www.manuscritoliterario.com.br

    Curtir

    Rosemary S. de Castro disse:
    18/04/2018 às 07:49

    Oi Ana, confesso que nem comecei a ler a série, pois acabei perdendo o interesse nela. Espero que assim como este os próximos sejam leituras boas.
    Bjs, Rose

    Curtir

    Maria Luíza Lelis disse:
    18/04/2018 às 15:55

    Olá, tudo bem?
    Eu li apenas um livro dessa autora, “Corpo”, que é o primeiro volume da série nova dela e preciso confessar que foi um dos piores livros que já li na vida. Eu já não tinha muita curiosidade para ler A garota do calendário, mas depois de ler Corpo eu dispenso qualquer livro escrito por ela.
    Fico feliz de saber que esse livro tem uma história e não apenas cenas de sexo, porém, não acho que vale a pena encarar uma série tão longa para só no oitavo volume ter uma história que presta.
    De qualquer forma, te desejo boa sorte nessas leituras e que os próximos sejam pelo menos bons como esse.
    Beijos!

    Curtir

    Valéria disse:
    21/04/2018 às 16:33

    bacana vc ter se empolgado com esse volume da série, e não ter desistido antes…
    eu particularmente não sinto o menor gosto por leituras do gênero… mas vejo mta gente comentando os titulos e talz… mas desse livro de Agosto, acho que tua resenha foi a primeira que li esses dias…
    bjs…

    Curtir

    Catharina Mattavelli Costa disse:
    26/04/2018 às 10:57

    Olá
    eu tive oportunidade de ler os dois primeiros da série mas acabei não começando e troquei por outros livros, pois estou fugindo de séries extensas, além do mais, é o tipo de gênero que não me agrada muito mas ainda assim leria em outro momento, pois é uma boa alternativa para variar e passar o tempo, gostei da resenha

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    Curtir

    Kelly Alves disse:
    30/04/2018 às 10:59

    Oi Aninha,
    Toda vez que leio suas resenhas fico louca para retornar a saga da Garota do calendário e finalizar essa série, a leitura é tão rápida e gostosa e as vezes estou tão presa e perdida aqui no meio dos livros hahahahahahah.

    Estou quase chutando o balde. Adorei a resenha.

    \beijokas

    Curtir

    ninatavares disse:
    09/05/2018 às 16:11

    Oi, tudo bem?
    Eu ainda não consegui gostar de Garota do Calendário, mas eu não fui tão persistente quanto você e desisti no segundo livro. Não consigo gostar do mote do livro, e me incomodou muito o excesso de cenas de sexo – não que eu não goste, mas elas precisam estar dentro do contexto né? Mas é bom saber que a série melhora um pouco.
    Bjs!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s