[RESENHA#96] Um Perfeito Cavalheiro, de Julia Quinn

Postado em Atualizado em

Um Perfeito Cavalheiro.jpg
Título:
Um Perfeito Cavalheiro
Autor: Julia Quinn
ISBN: 9788580412383
Ano: 2014
Páginas: 304
Editora: Arqueiro
Informações: Skoob / Goodreads
Compre aqui: Submarino / Saraiva / Cultura / Amazon

Sinopse: Sophie sempre quis ir a um evento da sociedade londrina. Mas esse é um sonho impossível. Apesar de ser filha de um conde, é fruto de uma relação ilegítima e foi relegada ao papel de criada pela madrasta assim que o pai morreu. Uma noite, ela consegue entrar às escondidas no baile de máscaras de Lady Bridgerton. Lá, conhece o charmoso Benedict, filho da anfitriã, e se sente parte da realeza. No mesmo instante, uma faísca se acende entre eles. Infelizmente, o encantamento tem hora para acabar. À meia-noite, Sophie tem que sair correndo da festa e não revela sua identidade a Benedict. No dia seguinte, enquanto ele procura sua dama misteriosa por toda a cidade, Sophie é expulsa de casa pela madrasta e precisa deixar Londres. O destino faz com que os dois só se reencontrem três anos depois, Benedict a salva das garras de um bêbado violento, mas, para decepção de Sophie, não a reconhece nos trajes de criada. No entanto, logo se apaixona por ela de novo. Como é inaceitável que um homem de sua posição se case com uma serviçal, ele lhe propõe que seja sua amante, o que para Sophie é inconcebível. Agora os dois precisarão lutar contra o que sentem um pelo outro ou reconsiderar as próprias crenças para terem a chance de viver um amor de conto de fadas. Nesta deliciosa releitura de Cinderela, Julia Quinn comprova mais uma vez seu talento como escritora romântica.


Olá meus queridos e queridas!

Estou de volta, adivinhe só?! Com mais um livro da série Bridgertons!!! Aeeeeee

Vocês vão me achar chata e repetitiva, mas cara, tenta entender… TO VICIADA!!!!

Dessa vez, eu trouxe o terceiro livro da saga… Um Perfeito Cavalheiro.

Acho que até agora foi o primeiro que eu não amei 100%.

Este livro conta a história de Benedict, o mais velho solteiro dos irmãos, após Anthony é claro, e de Sophie, uma filha bastarda de um conde.

Nessa releitura de Cinderela, conhecemos uma Sophie, filha bastarda de um conde, que após se casar com outra mulher, e a mesma se mudar para a residência, passa a receber maus-tratos da madrasta e duas filhas da mesma.

O Conde morre e Sophie descobre que a vida ainda poderia ser pior do que ela achava que fosse possível, e passa a ser a empregada da casa com a tenra idade de 14 anos.

Os anos se passam e Os Bridgertones promovem um baile de máscaras e Sophie, após arrumar a todas as damas da casa, se vê melancólica por sonhar em ir e não poder. Afinal, ela é uma empregada.

Compadecidos de sua vida sofrida, os demais empregados da casa, juntamente com a governanta a transformam numa princesa para que possa ir ao baile com a condição de estar de volta à meia noite.

Sophie vai ao baile e lá encontra seu príncipe encantado.

Benedict encontra-se entediado. Mais um baile onde sua mãe tenta com bastante afinco lhe arrumar uma pretendente.

Tudo estava chato como sempre até o momento ao qual ele avista aquela linda moça, a dama de prateado, e corre em direção dela. É amor à primeira vista e juntos, vivem momentos mágicos, mais precisamente, duas horas mágicas.

Porém, o gongo bate marcando meia noite e Sophie precisa abandonar esse sonho lindo e voltar a sua realidade triste e escura. Ela corre tentando fugir de um Benedict que a persegue desesperadamente, atrás da mulher que em poucas horas roubou sua alma, mas que nem ao menos sabe o nome.

Apenas com uma luva da dama em suas mãos, Benedict se vê desesperado, enquanto isso Sophie, em sua cama, chora até dormir, relembrando o momento mágico que viveu e que nunca mais se repetirá.

“As lágrimas começaram a rolar sem parar. Sophie chorou pelo que poderia ter sido seu destino naquela noite e pelo que de fato fora nos últimos nove anos. Chorou pela lembrança de quando ele a tomara nos braços no baile de máscaras e chorou pelas lembranças de quando ele a tomara nos braços no baile máscaras e chorou porque se encontrava nos braços dele naquele momento.
Chorou pela gentileza dele, que, embora estivesse claramente doente e não a visse como nada mais que uma simples arrumadeira, ainda se preocupava com ela e queria protege-la.
Chorou porque não se permitia chorar havia tanto tempo que nem sequer lembrava quanto. E chorou porque se sentia muito solitária.
Mais que tudo, chorou porque vinha sonhando com ele fazia tanto tempo e ele não a reconhecera. Era provável que tivesse sido melhor assim, mas seu coração estava em pedaços por causa disso.”

Nessa recontagem de um clássico conto de fadas, onde muito sofrimento e injustiças acontecem, eu me vi pensando em como as pessoas sofriam naquela época. Como a sociedade tinha poder de voz com fofocas, preconceitos e diferenças de níveis sociais. Quase a mesma coisa que hoje em dia, não é mesmo…. rs

Mas achei algumas atitudes de Benedict muito feias, mesmo ele sendo criado numa família com tanto amor e carinho. Achei também que Sophie se autodepreciou demais, inclusive pedindo desculpas onde não deveria.

Falando a verdade, acho o livro foi maravilhoso, porque se não fosse, não teria me deixado assim tão injuriada com algumas coisas… rs

Acho que dos 3 primeiros, esse foi o mais sofrido e dramático. Não está sendo um dos meus preferidos, mas também de maneira alguma é ruim. Acho que foi mais uma certa implicância de minha parte com Benedict.

Não há tanto humor nesse livro como nos anteriores. Mas a escrita continua a mesma. Julia Quinn é Diva e ponto.

Vamos ver o que nos aguarda nos próximos livros… 😉

ana-souza-neo-000

Anúncios

7 comentários em “[RESENHA#96] Um Perfeito Cavalheiro, de Julia Quinn

    Aricia Aguiar disse:
    2 de julho de 2017 às 10:39

    Olá!
    Preciso começar dizendo que eu apenaX amo esse livro, é o meu favorito de toda a série, acho q é mais adulto, acho que os sentimentos são mais maduros e Benedict, Véeeeeei, Benedict é O personagem, faz jus ao nome do livro, um perfeito cavaleiro. Eu amei! Assim como amei sua resenha, menos a parte que vc diz que não amou 100% Uahuahuahuah
    Bjks

    Curtir

    Lis Silva disse:
    2 de julho de 2017 às 17:24

    Olá!
    Eu adoro o Julia Quinn, mas ainda não conhecia este livro! Vou adicionar à minha lista de leituras!
    Obrigada pela dica!

    Curtir

    Manoel Alves disse:
    3 de julho de 2017 às 22:49

    Olá
    Eu, acredito ou não, nunca o iessa série de livros da Julia kkk. Vi diversas resenhas relacionado a todas as obras e tenho já um conhecimento bem aprofundando sobre os livros e quero sim lê-los um dia. Adorei a sua resenha e espero ler as dos demais da série. Até mais ver
    Bjs

    Curtir

    Ana Luz disse:
    4 de julho de 2017 às 16:16

    Olá. tudo bem?

    Amo essa série, parei no livro 7 e preciso finalizá-la. haha.
    Benedict, um cavalheiro nada perfeito. rs Acho que super entendo a sua implicância com ele. kkk
    Também não é o meu preferido da série, mas gostei do livro como um todo, apesar de ter vontade de estapear o Benedict até hoje. rs
    Fico na torcida para que possa curtir os próximos volumes.

    Beijo!

    Curtir

    shayanne da silva disse:
    5 de julho de 2017 às 17:43

    SEMPRE vejo resenhas, mas infelismente nao conseguirei começar a ler, é uma série longa e to em uma fase que estou evitando, porem, a resenha está maravilhosa, parabens pela escrita.

    Curtir

    cila-leitora voraz disse:
    12 de julho de 2017 às 20:31

    Oi Ana, sua linda, tudo bem?
    Eu sou louca para ler essa série e por ser uma releitura da Cinderela acho que irei amar. Também gosto muito quando o autor desperta sentimentos fortes em mim, mesmo não concordando, se ele consegue nos tirar do sério é porque nos sentimos dentro da história. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    Curtir

    Matheus Pataro disse:
    13 de julho de 2017 às 18:14

    Olá, ótima resenha, muito bem feita, porém não é o tipo de livro que me interessa…
    Mesmo assim agradeço pela dica!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s