[Resenha#79] 147

Postado em Atualizado em

147    147 é um quadrinho curto, 23 páginas, escrito por Daniel Esteves com arte de Hugo Nanni. Nele, dois amigos vão de carro da cidade de São Paulo até uma praia (não identificada). O motorista e dono do carro pergunta ao amigo o que ele acha de temas como pena de morte, que acaba resvalando na diminuição da maior idade penal e até na volta da ditadura. O amigo carona, que tem o motorista no Facebook, até tenta mudar de assunto, mas o motorista insiste. A grande questão é que o motorista não quer discutir, quer apenas que o outro concorde com ele e a impossibilidade de diálogo real se esvai a cada frase trocada pelos dois.

    A medida em que o leitor avança, referências pop do cinema e da TV, que vão das décadas de 1960 até 1980, pipocam nas páginas para mostrar, visualmente, o quanto aquela amizade era antiga e como uma simples opinião diferente deveria ser pequena em relação ao passado comum dos personagens. A arte de Nanni é usada muito bem para atenuar a baixaria que começa a rolar solta nos “diálogos”. O leitor prossegue pensando se um diálogo real não se estabelecerá entre os dois em algum momento. Afinal, eles estão indo para a praia e são amigos de longa data, de infância mesmo. 147 está disponível para compra no site da Zapata Edições por R$ 10,00. Uma história curta, simples e que manda a mensagem.

    Todos os radicais de Facebook deveriam ler essa história e muito mais livros, jornais, revistas e muito mais do que simplórios posts repetidos, com palavras de ordem fora de contexto. Quer ser favorável a pena de morte? Tenha ao menos bons argumentos para isso, se informe sobre os lugares que a adotam e sobre os interesses e história das populações desses locais, leia sobre o assunto, leia livros, jornais e revistas. Chega de palavras de ordem esvaziadas por puro ódio, ignorância, desinformação e preconceito. Opinião não é rótulo nem camisa, é texto de 100 palavras ou, de preferência, mais. 147 foi publicado em 2015, o auge da baixaria nas redes sociais brasileiras, sobretudo no Facebook.

    Boas leituras e reflexões!

    Rodrigo Rosas Campos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s