[RESENHA#74] Rurouni Kenshin, de Nobuhiro Watsuki

Postado em Atualizado em

Rurouni+Kenshin+%25231[1].jpg

Título: Rurouni Kenshin
Autor: Nobuhiro Watsuki
ISBN: 9788577875641
Ano: 2012
Páginas: 200
Editora: JBC
Informações: Skoob / Goodreads
Compre aqui: Submarino / Saraiva / Cultura / Amazon

Sinopse: Kenshin Himura, um homem que proibiu a si mesmo de matar pessoas e que carrega consigo uma sakabatou (espada de lâminha invertida), é na realidade o monarquista lendário Battousai Himura, o invencível retalhador que lutou para abrir caminho para uma nova era.
Depois da restauração Meiji, Kenshin se torna um andarilho e acaba conhecendo Kaoru Kamiya. Ambos se envolvem no caso do falso Battousai, que está causando uma onda de assassinatos em Tóquio, e precisam descobrir quem é o culpado por trás disso tudo.


Bem, Esse foi meu primeiro mangá. 

Admito que o li apenas por fazer parte da lista do Desafio Literário 2017, pois nunca curti muito a pegada do mangá.

Não tenho muito o que falar fora o que já está na sinopse a cima sem dar spoiler, afinal, embora tenha 200 páginas, temos que levar em conta que é um mangá, com bastante imagem.

Então vamos passar direto para minhas impressões sobre a obra.

Em certo ponto eu achei engraçadinho, uma vez que os traços do desenho são bem “fofinhos”. Em nada parece um “Retalhador”. Parece mais um personagem lindinho com os olhões arregalados! huahuahuua

17571671_1229194480481963_648064561_o

Em alguns momentos inclusive o desenho fica bem engraçado também e logo imaginei alguns dos desenhos ao estilo Naruto (um dos poucos que assisti da linha) quando ele fazia movimentos exagerados por vergonha ou ansiedade arrancando nossos sorrisos.

Ainda sobre o traço do desenho, Rurouni Kenshin, o nosso Samurai X, tem um traço bastante feminino, coisa que o autor explica o porque ao fim de um dos capítulos.

17555378_1229194597148618_1965272856_n

Pegando esse gancho, vale apena citar que o autor, ao fim de cada capitulo (ato no caso desse mangá), nos mostra um Making of dos personagens contidos na história. Sua criação, inspiração e algumas justificativas a respeito do personagem em questão, o que eu achei mega interessante.

17622595_1229198730481538_2134689936_o.jpg
Vale muito salientar também que o mangá é lido de trás pra frente, de cima para baixo e da direita para esquerda. Confuso não?? Mas é a maneira oriental de se ler e a JBC respeitou isso ao lançar o mangá.

Toda a obra é em preto e branco e admito que por não ter “a manha” de ler mangás com muita frequência, senti muita dificuldade em distinguir algumas coisas durante a leitura.

Neste mangá há muitos fatos históricos verdadeiros misturados a ficção e isso também é bastante interessante. Cheio de notas de rodapé, o mangá também acaba te ensinando um pouco mais do passado oriental, incluindo suas guerras e preconceitos.

A série “Crônicas da Era Meiji” é formada por 28 volumes mais um volume especial. Para maiores informações sobre a série, a editora JBC disponibiliza através desta página aqui.

Foi uma experiência bem interessante, mas não pretendo dar continuidade a história. Nunca diga Nunca, então… quem sabe um dia?! 😉

ana-souza-neo-000

Anúncios

12 comentários em “[RESENHA#74] Rurouni Kenshin, de Nobuhiro Watsuki

    Amanda Luizari disse:
    3 de maio de 2017 às 07:40

    Olá tudo bem?
    Eu gostei muitos das suas impressões, eu também não sou muito de ler mangá mais agora estou começando ler pois eu acho que um jeito de não tem um ressaca literária .

    Curtir

    Isabela disse:
    3 de maio de 2017 às 08:19

    Olá! Também não tenho o costume de ler mangás e confesso que nunca me interessei muito por eles. O máximo que já li foram histórias em quadrinho e eu gostava bastante. Porém, imagino que sejam um pouco diferentes hehe. Até que a sinopse desse parece interessante e achei legal os comentários do autor sobre os personagens, mas não fiquei muito empolgada… Entretanto, como você disse, nunca diga nunca.
    Beijos

    Curtir

    Rosemary S. de Castro disse:
    4 de maio de 2017 às 23:03

    Também não gosto de dizer nunca, mas não me vejo lendo este mangá. Pelo menos foi uma boa experiência para você.
    Bjs

    Curtir

    patricia paiva disse:
    4 de maio de 2017 às 23:26

    Ahhhh…. eu amo esse mangá. Eu sou uma super viciada em mangás, acompanho dezenas e já perdi as contas de quantos já li. Tem alguns que nem aguento esperar no Brasil, leio online conforme sai no Japão. Não desista dos mangás, tem muitas estórias totalmente originais e maravilhosas. E tem para todos os gostos. A questão da leitura oriental, é só uma questão de costume mesmo, mas se pega super rápido. Depois de um tempo você começa a ler as hqs da forma errada, hahaha. Se possível, tente terminar esse mangá, ou pelo menos assista à trilogia adaptada, os filmes 2 e 3 ainda estão na netflix. São maravilhosos! É melhor vc assistir, senão o battousai pode vir te cobrar hahaha.

    Bjs.

    http://www.ciadoleitor.com

    Curtir

    MICHELLE RUSSO disse:
    20 de junho de 2017 às 16:28

    Olá confesso que não leio manga, mais respeito esse tipo de trabalho, assim como você tive a impressão olhando as ilustrações que o personagem esta mais para carismático e fofinho do que qualquer outra coisa rs, beijos!

    Curtir

    Beatriz Andrade disse:
    20 de junho de 2017 às 23:57

    Eu já gostei muito de mangás e HQs, mas hoje em dia não tenho lido. Nunca tinha ouvido falar desse mangá mas se o tivesse conhecido há uns 15 anos eu acho que o leria facilmente, hoje não mais.

    Curtir

    Leticia Golz disse:
    23 de junho de 2017 às 10:23

    Oi, Ana
    Não sabia desse jeito oriental de ler mangás, para você ver como eu não entendo nada do assunto. rs. Parece que ler assim fica confuso mesmo, mas para quem gosta é uma boa dica. Confesso que não sou muito chegada em mangás, mas gostei da dica.

    Livros, vamos devorá-los

    Curtir

    Suzzy Chiu disse:
    23 de junho de 2017 às 12:45

    Heiii, tudo bem?
    Eu amoo Samurai X!!
    Eu adoro os mangás e o anime tb é mto bom.
    Ele realmente é fofinho e só mais pra frente que mostra o tao cruel ele pode ser.
    Muito bom relembrar hahah.
    Beijos.

    Curtir

    Crislane Barbosa disse:
    23 de junho de 2017 às 19:38

    Oi, Ana!
    Adoro quadrinhos, sejam mangás, hqs ou graphic novel.
    Já assisti alguns episódios de Samurai X e adorei, mas acabei parando de assistir por conta da anime ser enorme. rsrs… Pretendo ainda ler os mangás.
    Uma pena você não dar continuidade. :/
    Beijão!
    Blog La Garota
    Blog As Meninas Que Leem Livros

    Curtir

    Catrine Vieira dos Santos disse:
    24 de junho de 2017 às 18:59

    Eita, mas eu ficaria mais que confusa com essa forma de leitura. Tido “inverso”. Que coisa mais louca! hahahha Mas não é nem por isso que não me interessei pelo livro, não curto o gênero mesmo. Ainda assim, tenho vontade de um dia experimentar, quem sabe eu acabo gostando. 🙂

    Curtir

    Gaby Marques disse:
    25 de junho de 2017 às 00:35

    Oii Ana, tudo bem? Também não sou grande simpatizante dos mangás. Nunca li e não tenho muita curiosidade. Esse me pareceu interessante e até divertido, porém não me vejo realizando a leitura. De qualquer forma, gostei de saber sua opinião 🙂
    Beijos!

    Curtir

    Eliziane Dias disse:
    28 de junho de 2017 às 23:29

    Bacana ler algo sobre um estilo de livro tão diferente dos que comumente vemos nos blogs.
    Gosto de mangás, embora não consiga ler com frequência, mas também não sou fã
    Aprecio artistas que conseguem fazer esses desenhos.
    Tenho um aluno que toda aula, ele me dava um desenho diferente.
    Guardo todos aqui.
    Amei a postagem!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s