[RESENHA#52]Marca da Escuridão, de Sylvia Day

Postado em Atualizado em

CAPA_marca_da_escuridao alta - Copia.jpg
Título:
Marca da Escuridão
Autora: Sylvia Day
ISBN: 9788562409356
Ano: 2015
Páginas: 280
Editora: Faro Editorial
Informações: Skoob / Goodreads

Compre aqui: Submarino / Saraiva / Cultura / Amazon

Sinopse: Amaldiçoada por Deus, caçada por demônios, desejada por Caim e Abel…
Tudo isso em um dia normal de trabalho…
Anos atrás, Evangeline teve uma incrível noite de amor com um homem misterioso que ela nunca mais conseguiria esquecer. Mas aquele momento de prazer tornou-se um desastre de proporções bíblicas: ela recebera a Marca de Caim.
Empurrada para um mundo em que pecadores são marcados e transformados em assassinos de demônios, ela tem agora Caim como protetor e Abel como seu novo chefe, que também fica loucamente atraído por ela.
Eva torna-se então o novo e explosivo ponto de discórdia, no caso mais antigo de rivalidade entre irmãos…


Olá queridos!! Quanto tempo, não?! Estava com saudade de vocês.

Bem, a resenha de hoje é do primeiro livro da trilogia Marca da Escuridão, da Sylvia Day. Aqueeeeela autora que fez aquela serie maravilhosa de New Adult, a Crossfire. Lembram??

Então, estava eu, vagando pelo site do Submarino, a procura de promoções, quando vejo essa trilogia a 28 golpinhos. Pensei: “Amei Crossfire!! Então, não tem erro! Vomo comprá! (sic)”

tumblr_moo3zc2Fdn1swtc2lo2_r1_250.gif

Errei, gente. Errei Rude!!!

A mulher tinha um enredo MARAVILHOSO, pra uma história fantástica. Algo diferente, algo novo. Caim e Abel, os irmãos bíblicos com seu ódio de eras, com seres que achávamos que só existiam em contos de fadas, e uma mulher que recebe a marca de Caim e precisa digerir todas essas novas informações.

Luta, ação, um bom triangulo amoroso, claro, intrigas e tudo mais…. Mas o que a Sylvia fez?? Transformou num New Adult, vulgo pornô para mamães, e fez o que?? Deixou essa trama incrível de lado e focou no que, meu povo?? Na SAFADEZA!!! Isso mesmo! No tesão sem fim que todo mundo desse “meio” sente….

Vou explicar…

Resumindo, a anos atrás, Evangeline, ou Eva (Irônico, não?! rs), Teve uma noite de amor inesquecível com um desconhecido que simplesmente sumiu depois.

Anos se passaram e Eva jamais esqueceu aquele homem misterioso que lhe deu momentos únicos. Contudo, a vida precisa seguir em frente, e hoje, com sua casa própria, carro, independente financeiramente e com uma careira promissora, Eva acaba encontrando um homem que lembra muito aquele estranho de anos atrás.

E o que esse estranho faz? Lhe dá “de presente” a Marca de Caim.

“Eva parecia relaxada, o quadril apoiado no batente da porta corrediça de vidro. Segurava uma caneca de café fumegante e observava a vastidão do mar. No entanto, Alec sabia que os sentidos dela estavam alertas: a audição mais aguçada e o olfato preciso de modo inumano. Ao alcançar a força plena , a velocidade e a resistência de Eva faria atletas olímpicos chorarem de inveja… se ela se movesse de maneira bastante lenta para que eles conseguissem vê-la. Agora, ela era uma caçadora. Uma predadora.”

Depois de um certo tempo, Eva descobre que aquele desconhecido é Caim e o que lhe deu a marca é seu irmão, Abel. E com essas informações, Eva descobre que agora, é uma caçadora de demônios.

Todos somos pecadores. Contudo, Alguns de nós somos marcados com a marca de Caim, a fim de tentar “abater” um pouco esses pecados para a hora de seu julgamento final. E esse pagamento é feito por intermédio da caça de demônios.

“- Então, Para que serve a marca? […]
 – Bem, a marca possui diversos usos. originalmente, coloca você na fila para uma audiência. A agenda da corte está cheia, então, é importante se inscrever o mais breve possível.
– Uma audiência?
– Todos tem uma audiência, meu bem. A contribuição de Alec à marca evitou a audiência e vai agir como uma espécie  de acordo entre acusação e defesa. Em vez de discutir seu caso, você tem que ganhar indulgências no campo de batalha.”

Interessante não é mesmo??

Até o momento em que o tesão é sentindo All time / Full time.

“Ela se virou para encará-lo. Apesar das muitas horas de sexo intenso, não parecia exausta. Seus olhos negros, amendoados e emoldurados por cílis espessos, estavam claros e luminosos. Agora, ela se restabeleceria com uma velocidade fora do comum. Ao menos por fora. quanto ao interior…  “

Parece que esse povo tem uma predisposição a curtir bastante o “esporte”. Mas, tipo… Bastante MESMO!!!! 😀

E aí ficamos nessa de Eva recém marcada, cheia de tesão, querendo os dois irmãos, mas lutando contra esses sentimentos e contra os Demônios também, é claro, afinal, mesmo que contra a sua vontade, agora ela é uma Marcada e predadora dos coisa ruim dos pés juntos. 😀

Bem, eu vou dar uma segunda chance e ler o segundo livro. Mesmo não tendo gostando quase nada do primeiro. As vezes melhora depois, não é mesmo?

Vou deixar vocês com o book trailer do livro.

Beijos!!

ana-souza-neo-000

Anúncios

5 comentários em “[RESENHA#52]Marca da Escuridão, de Sylvia Day

    kênia Cândido disse:
    15 de fevereiro de 2017 às 09:55

    Oi Ana.

    Você é mais uma blogueira que comenta a série Crossfire e eu ainda não li, apesar de ter os três primeiros volumes. Vou mudar isso este ano e quem sabe eu encaro também a Marca da Escuridão e tiro minhas próprias conclusões dessa trama cheia de Luta, ação e um bom triangulo amoroso com intrigas. Só estou com um pouco de receio do pornô para mamães porque tem autoras que focam só na safadeza e estraga o enredo que pode ser um sucesso. Mas vou adicionar na lista. Parabéns pela resenha.

    Bjos

    Curtir

    Lilian Farias disse:
    15 de fevereiro de 2017 às 15:40

    ‘Todos somos pecadores. ‘ eu não sou pecadora, nem cristã, sou uma pessoa livre. Sobre o livro, conheço, e confesso que não foi uma das minhas melhores leitura que já fiz, fiquei cansada já nas primeiras páginas e só li até o final, pois apessoa que me presenteou pediu muito.

    Curtir

      LiteraKaos! disse:
      17 de fevereiro de 2017 às 17:54

      Que bom! Então não precisará ter a marca de Caim!! hauahuahua 😉

      Curtir

    Kamila Villarreal disse:
    17 de fevereiro de 2017 às 22:13

    Olá!

    Adoro a Sylvia por motivos de Crossfire, mas essa passo adiante. Além de não ter saído da zona de conforto, a história não tem nenhuma novidade, pelo menos para mim. E todos somos pecadores mesmo hahahaha

    Curtir

    Nati Rabelo disse:
    19 de fevereiro de 2017 às 17:45

    Oi Ana!
    Adorei sua resenha sincera e bem humorada! E a forma como você usou próprios quotes do livro pra exemplificar uma explicação, foi demais!
    Pelo jeito essa Eva virou uma caçadora de sexo ne? E a editora não foi muito feliz no trabalho tipográfico da capa.
    Essa leitura realmente não é pra mim haha
    Beijo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s