[RESENHA#45] Rainha de Copas, de Colleen Oakes

Postado em Atualizado em

download

Título:  Rainha de Copas

Autor:  Colleen Oakes
ISBN:
9788579307676
Ano:
2014
Páginas:
216 
Editora:
Universo dos Livros
Informações:
Skoob

Compre aqui: Americanas / Ponto Frio / Amazon / Submarino / Saraiva

Sinopse: Nem todo conto de fadas tem um final feliz…
Como princesa do País das Maravilhas e futura Rainha de Copas, os dias de Dinah são uma monotonia sem fim. São muitos chás, tortas e uma série de humilhações causadas pelo Rei de Copas, seu pai. O momento mais esperado de seus dias é quando é visitada por Wardley, seu melhor amigo de infância, e futuro Cavaleiro de Copas – e o amor de sua vida.
Quando a coroação de Dinah se aproxima, uma sequência de eventos sangrentos sugere que algo errado está acontecendo nos extravagantes salões do palácio. A princesa terá de desvendar esses mistérios antes que ela perca a cabeça para um inimigo sagaz.
Personagens conhecidos como o Gato de Cheshire, o Coelho Branco e o Chapeleiro Maluco fazem parte da narrativa que encantará os leitores com uma nova perspectiva do País das Maravilhas, criado por Lewis Carroll.


Olá Queridos Kaóticos !!!

Como passaram as festas de final de ano?! Curtiram bastante?? Que tal curtir agora uma resenha bacaninha também!! Vamos lá?!

Resultado de imagem para gif rainha de copas disney

Vamos esquecer a cabeçuda da Rainha de Copas do Filme do Tim Burton ou aquele desenho clássico da Disney e pensar em uma princesa que ainda está aprendendo e descobrindo mais a respeito de si e do próprio reino, uma teenager.

Resultado de imagem para gif rainha de copas

Dinah está estudando para “literalmente” assumir o trono. Digo literalmente, porque seu pai, O Rei de Copas, é um tirano cruel que faz de tudo pra humilhá-la e desmoralizá-la em público. Aparentemente, ele não gosta da filha.

O trono não seria herdado por Dinah na verdade. A linha sucessória seria de seu irmão, Charles, mais conhecido como “Chapeleiro Maluco”, mas por conta de sua loucura, foi passado o direito à Dinah de governar.

Há uma grande desconstrução do País das Maravilhas que conhecemos no livro de Lewis Carrol. Os personagens mágicos foram personificados, como o Gato de Cheshire, que é na verdade conselheiro próximo ao Rei que parece sempre pronto para envenená-lo contra Dinah e o Coelho Branco, que é tutor e protetor de Dinah. Também conhecemos Vittiore, filha bastarda do Rei e irritantemente bonita, delicada, bondosa e gentil, contrapondo a personalidade rebelde e  diversas vezes explosiva de Dinah. Há também uma comparação um tanto maldosa com as características físicas de ambas. Enquanto Dinah têm cabelos negros, encorpada, grande e desengonçada, Vittiore é loira, pequena e delicada, o que faz com que, aos olhos do Rei, seja mais bonita e tenha sua predileção.

Resultado de imagem para rainha branca gif

Temos também a guarda do reino e da família real, que são as cartas, dividas em uma hierarquia rígida.

O melhor amigo de infância e romance de Dinah é o futuro cavaleiro Wardley. Ele ajuda Dinah a enfrentar e descobrir segredos mais sombrios. Mas esse romance não me convenceu muito.

Eu achei a ambientação da estória muito interessante. A autora teve o cuidado de elaborar cada detalhe, como a descrição dos vestidos e chapéis produzidos pelo Chapeleiro, a descrição sombria e fétida das Torres Negras, habitadas pelos prisioneiros do Rei e os soldados cruéis “Cartas de Paus”. Houveram momentos de muita tensão e um pouco de tristeza em algumas cenas presenciadas e contadas pela Dinah. 

A princípio, quando terminei esse livro e desconhecia a intenção da autora pela continuação, achei muito ruim. Achei um verdadeira decepção. Mas, acabei por entender que muitos dos acontecimentos desse livro são apenas o começo da saga. Esse livro constrói o pilar da vilania e tirania da pobre Dinah e dá à ela, fortes motivos para tornar-se quem se tornou. Não que a maldade possa ser justificada, mas neste caso, será uma consequência. E estou muito curiosa para saber o rumo que a autora dará à obra!

Resultado de imagem para quotes livro rainha de copas

A Editora Universo dos Livros e a autora Colleen Oakes têm deixado os fãs ansiosos anunciando que em breve será lançada a continuação. A edição é muito bonita, em páginas amarelas e com orelhas, além de possuir diagramação confortável à leitura. 

Espero que tenham gostado e que fiquem tão ansiosos quanto eu pela continuação!

E ah, já ia me esquecendo… não percam suas cabeças hein! hahahaha

Beijos e que este seja um ano repleto de leituras incríveis!!

http-signatures-mylivesignature-com-54494-324-3e0afc0e30bc05c945278542b11620b8

 

Anúncios

12 comentários em “[RESENHA#45] Rainha de Copas, de Colleen Oakes

    Driely Meira disse:
    6 de janeiro de 2017 às 09:35

    Oiee Gaby ^^
    Eu já tinha visto a capa desse livro antes, mas essa foi a primeira resenha dele que eu li. Não sabia que tinha continuação *-* mas espero que seja boa…haha’
    Gostei bastante da premissa, principalmente porque parece que a autora trouxe uma versão da Rainha de Copas bem diferente, uma versão da qual eu provavelmente gostarei…hehe’ Adorei a sua resenha ♥
    MilkMilks ♥

    Curtido por 1 pessoa

    Andressa Lima (@jadeoliva_) disse:
    6 de janeiro de 2017 às 09:43

    Esse livro me faz lembrar as releituras que Hollywood tem feito de histórias já consagradas no imaginário popular, como os contos de fadas e as histórias que ouvimos quando crianças.
    A sinopse revela um enredo bem instigante. Achei interessante a reconstrução dos personagens e os laços familiares – a futura Rainha de Copas irmã do Chapeleiro? Achei criativo.
    Parece ser um livro muito bom.
    Parabéns pela resenha e pelo blog!

    Curtido por 1 pessoa

    Elis Culceag - Arquivo Passional disse:
    6 de janeiro de 2017 às 11:25

    Oi Gaby!
    A impressão que tive da adaptação, é que os personagens foram muito estereotipados, como na caracterização das princesas descrita na resenha (a morena grande e desengonçada, a loira linda e magra). E eu gosto de livros que, mesmo fazendo parte de uma série, possuam algum tipo de final satisfatório, então apesar de curtir o universo do país das maravilhas, acho que essa seria uma leitura que me deixaria frustrada.

    Curtido por 1 pessoa

    Beatriz Guimarães disse:
    6 de janeiro de 2017 às 18:24

    Quero ler esse livro faz tempo, gosto dessas coisas dentro do universo do País das Maravilhas, já li O Lado Mais Sombrio que é bastante legal, vou tentar ler esse, mas com tantos livros para ler esse ano acho que vai ser difícil.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos!!!

    Curtido por 1 pessoa

    Amanda França disse:
    6 de janeiro de 2017 às 21:31

    Sou completamente apaixonada pelo universo do país das maravilhas!
    É incrível como cada autor tem uma visão diferente a respeito do mesmo personagem. E essa visão da “futura rainha de copas” parece ser muito melhor!

    Curtido por 1 pessoa

    Michele Lopez disse:
    7 de janeiro de 2017 às 12:02

    Olá,
    Confesso que não sou de ler muitas releituras de clássicos, porém esse livro me deixou curiosa para saber mais sobre a princesa Dinah e tudo o que ela precisa passar para aprender como se tornar uma rainha e assim tomar o lugar de seu pai. Achei interessante os personagens serem personificados e isso também me deixa intrigada.

    https://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    Curtido por 1 pessoa

    Andressa Ledesma (@apenas_um_vicio) disse:
    8 de janeiro de 2017 às 00:55

    Quando eu fiquei sabendo desse livro fiquei muiiito empolgada para ler. Adoro releituras, e confesso que li poucas do universo de Alice, então minhas expectativas estão altas, e pelo jeito, serão superadas! Ainda bem! A capa é muito linda! Que bom saber que tem continuação, né? Seria decepcionante se o final deixasse a desejar…
    beijos
    http://www.apenasumvicio.com

    Curtido por 1 pessoa

    Juliana Xavier disse:
    8 de janeiro de 2017 às 05:57

    Nossa, tinha ouvido falar desse livro mas não tinha a menor ideia de que mostrava a Rainha de Copas antes de ser rainha, ainda estudando para governar. E isso do Chapeleiro Maluco ser irmão dela, é assim mesmo na história original? Não consigo me lembrar! Que bom que descobriu que tem continuação e não vai ter que ficar com o final que te deixou insatisfeita.

    Curtido por 1 pessoa

    cila-leitora voraz disse:
    8 de janeiro de 2017 às 18:40

    Oi Gaby, sua linda, tudo bem?
    Tem como não querer ler esse livro? Adoro esse universo e pelo visto, mesmo tendo desconstruindo o clássico, a autora criou uma história incrível. Esse pai dela é horrível, mas mesmo pelos maus tratos e pela opressão, ser má ou ser boa é escolha nossa. Não acredito que seja uma consequência. É muito difícil, mas é isso que nos define. Então, ela tem mais do pai do que imagina. Estou louca para ler!!!
    beijinhos.
    cila.
    cantinhoparaleitura.blogspoat.com.br

    Curtido por 1 pessoa

    Our Brave New Blog disse:
    9 de janeiro de 2017 às 17:54

    Oi, Gaby, tudo bem?
    Acho muito interessantes quando fazem releituras de histórias ou personagens famosos, acho que é um prato cheio para os fãs quando é bem feito e pelo visto foi o caso aqui.
    Que bom que você ficou sabendo da continuação, assim não acabou odiando o livro, o que seria bem chato.
    Ainda não conhecia o livro, mas curti a dica 🙂

    ourbravenewblog.weebly.com

    Curtido por 1 pessoa

    Sâmella Raissa (@samellabridges) disse:
    9 de janeiro de 2017 às 21:35

    Oi, Gaby!
    Vi o título desse livro meio por alto entre divulgações em blogs e no Facebook, mas não dei muita atenção real. Parando para conhecer melhor a história agora, porém, fiquei levemente interessada, justamente por meio que adaptar o enredo do Lewis Carrol em uma forma mais humana, mas não menos bem ambientada no País das Maravilhas. Tenso isso da personagem começar a ficar um pouco mais bruta, de repente, mas é mesmo consequência da história por trás dela, desde sua família e crescimento. Com um pai que parece não gostar dela, então, a coisa deve ser ainda mais densa. Vou aguardar o lançamento e resenha dos demais livros e pensar se pode ser uma leitura em potencial para mim ou não, mas valeu mesmo a dica, desde já!
    Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

    Ju Zanotti disse:
    20 de janeiro de 2017 às 07:22

    Oi Gaby, a trama parece bem interessante, normalmente me dou bem com adaptações e saber que essa começa pelos motivos que levam a rainha vermelha a tirania me deixou bastante curiosa. Antes de ler sua resenha não tinha dado muito atenção a história, nem sabia bem do que se tratava. O livro parece trazer sentimentos fortes e bem estruturados e estou curiosa demais com esse enredo

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s