[RESENHA#42]Caixa de Pássaros, de Josh Malerman

Postado em Atualizado em

caixa-de-passaros-1Título: Caixa de Pássaros
Autora: Josh Malerman
ISBN: 9788580576528
Ano: 2015
Páginas: 272
Editora: Intrínseca
Informações: Skoob / Goodreads

Compre aqui: Submarino / Saraiva / Cultura / Amazon

Sinopse: Eleito um dos 11 melhores livros de estreia de 2014 pela Kirkus Reviews e uma das melhores obras de 2014 pelo site Book Riot, Caixa de pássaros é o romance de estreia de Josh Malerman. Quatro anos depois de as mortes terem começado, há poucos sobreviventes em Michigan. Malorie e seus dois filhos pequenos estão entre eles. O trio faz parte do grupo que tenta resistir em um mundo no qual abrir os olhos pode ser fatal. Vivendo em uma casa abandonada, Malorie e os filhos não sabem o que se passa do lado de fora. Sempre com as janelas e portas cobertas e sem comunicação com o exterior, o local é uma área isolada no meio do caos. Até o momento em que uma misteriosa neblina atinge a região e Malorie toma uma decisão que adiou por muito tempo. Após quatro anos trancados, Malorie e as crianças fogem da casa em um barco a remo na esperança de encontrar um lugar distante do surto que matou todos ao seu redor. De olhos tapados, os três encaram uma viagem assustadora rumo ao desconhecido. Com uma trama cheia de suspense e terror psicológico, Caixa de pássaros explora a essência do medo em um mundo pós-apocalíptico.


Sabe tudo aquilo que ouviram por aí desse livro?! Então, somem mais 1000, porque o livro é muito bom mesmo.

arvore

“Um Urso-negro, diz a si mesma de novo.
Mas não tem tanta certeza.
Questões assim regeram todos os movimentos de Malorie nos últimos quatro anos e meio. Desde o momento em que decidiu responder ao anuncio no jornal e foi para a casa em Riverbridge. Cada barulho que ouvia desde então criou imagens de coisas muito piores do que qualquer animal terrestre.”

Este livro conta a história de Malorie, no início de uma nova era, na qual somente se vive de olhos vendados. Por que? Vou explicar.

Aos poucos, pelo mundo a fora, pessoas enlouquecem, com impulsos super violentos, podendo matar o que vê pela frente, e depois, se mata. A princípio, ninguém sabe ao certo o que está acontecendo, mas depois se descobre que esses surtos sempre acontecem após se ver algo. O que seria esse algo? Ninguém sabe explicar, pois quem vê, não volta para explicar.

crianca

“Criaturas, pensa Malorie. Que palavra boba.
Malorie nunca gostou dessa palavra. De alguma forma parece errada. Acha que as coisas que a assombram há mais de quatro anos não são criaturas. Uma lesma de jardim é uma criatura. Um porco-espinho também. Mas o que se esgueirava por trás das janelas cobertas e a manteve vendada não é do tipo que um exterminador de pestes poderia matar.
Bárbaro também não é bom. Um bárbaro é imprudente. Assim como um brutamontes….
…Demônio.
Diabo.
Vampira. Talvez tudo isso….
…Capeta é bondoso demais. Selvagem, humano demais…
…Será que sabem o que fazem? Será que quererm fazer o que fazem?…
…Se não sabem o que fazem, não podem ser vilões…
…São monstros, pensa Malorie. Mas ela sabe que são mais do que isso. São o Infinito.”

E é nesse mundo apocalíptico que Malorie descobre que está grávida. Grávida, mãe solteira e sozinha. Malorie, que acaba de perder a irmã e já não tem notícia dos pais há certo tempo, vê um anúncio no jornal, de uma casa em Riverbridge, que está recebendo pessoas, para que juntas, possam tentar sobreviver.

Malorie responde ao anuncio e vai, às cegas, ao encontro de seu novo grupo de convívio, onde todos já perderam pessoas que amam para esse ‘ser’. A partir daí, muita coisa acontece e após quatro anos, Malorie decide se aventurar com suas crianças, em busca de um novo recomeço.

escuro

“Você diz a si mesma que esperou quatro anos porque estava com medo de perder a casa para sempre. Diz a si mesma que esperou quatro anos porque queria treinar as crianças primeiro. Mas nada disso é verdade. Você esperou quatro anos porque aqui, nesta viagem, neste rio, onde loucos e lobos a espreitam, onde as criaturas podem estar perto, NESTE DIA você terá que fazer uma coisa que não faz há muito mais do que quatro anos.
Hoje você vai ter que abrir os olhos.”

O que eu achei o máximo nesse livro, foi o fato de haver a intercalação entre presente e passado. A leitura se tornou suave sem perder a tensão no ar, que preparem-se! É o tempo todo!!! É impossível parar para respirar lendo esse livro.

Para um livro de estreia, Josh Malerman não deixou nada a desejar. Para quem acha que é um livro de terror, não é. Para quem está esperando um suspense, esse é o livro. Para aqueles poucos que porventura disseram que o livro é ruim, Perdoem! Não sabem o que dizem!

Está aí um dos livros que eu adorei e vou recomendar a Deus e o mundo!

ana-souza-neo-000

*Resenha de minha autoria, publicado anteriormente no blog http://www.viciadosemleitura.blog.br/

Anúncios

8 comentários em “[RESENHA#42]Caixa de Pássaros, de Josh Malerman

    Ana Paula Lima Miranda disse:
    21 de janeiro de 2017 às 22:55

    Oii!!

    MeeeeuDeus olha esse gif do Clube do Terror ❤ hahahah
    Eu já li várias resenhas sobre esse livro desde o seu lançamento, o problema é que não tive como ler ainda.
    Gostei de saber que o autor não te decepcionou e que é um livro que prende! Curti 😉

    Beijinhos,

    Curtir

    porredelivros disse:
    23 de janeiro de 2017 às 09:29

    Oi, já li esse livro e adorei. Sabe o que mais gostei também o fato de estarmos sentindo as coisas e não imaginando o que o personagem vê. Acho que o autor conseguiu fazer com que o leitor saísse de sua zona de conforto. E a angustia ao ler o livro? Meu deus! E concordo contigo: o autor não deixou a desejar, só esperava um final melhor, afinal eu queria saber o que eram as criaturas…

    Curtir

    Michele Lopez disse:
    23 de janeiro de 2017 às 14:21

    Olá,
    Desde o lançamento do livro que fiquei bem intrigada para saber o qual a causa e porque!!
    Malorie vive numa situação complicada e fico feliz que por ser o livro de estréia do autor que teve todo esse sucesso.
    Sem contar que essa capa é maravilhosa e tenho certeza que o suspense envolvido prende bastante a atenção do leitor.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    Curtir

    Kamila Villarreal disse:
    23 de janeiro de 2017 às 18:43

    Olá!

    Morro de medo desse livro! hahaha eu sei que é maravilhoso, mas o que acontece à personagem me dá calafrios! Os gifs ficaram perfeitos no texto, parabéns pela resenha!

    Curtir

    Our Brave New Blog disse:
    24 de janeiro de 2017 às 14:25

    Bem, eu achei esse livro MUITO ruim. Não perdi o fôlego, não fiquei tensa, não fiquei agoniada, pouco me importei com o destino dos personagens porque 1) eles eram muito sem sal e 2) o próprio autor soltava uns spoilers no meio da narrativa e a gente acabava sabendo antes o que aconteceria. Achei extremamente decepcionante, tenho até medo de ler algo do autor…

    ourbravenewblog.weebly.com

    Curtir

    Driely Meira disse:
    24 de janeiro de 2017 às 20:32

    Oiee ^^
    Não digo que o livro é ruim, mas o final não me agradou muito…hehe’ fazer o que, acontece, né?
    Ainda assim, foi uma história que me deixou vidrada, e eu juro que tive medo de olhar pra fora de casa enquanto lia e depois de ler…hehe’ céus *-* o autor arrasou, estou doida para ler mais obras dele, e olha que nem gosto de terror e/ou suspense *-*
    MilkMilks ♥

    Curtir

    Karla Samira disse:
    25 de janeiro de 2017 às 10:02

    Olá! Adorei a sua resenha e sim, tenho curiosidade de ler o livro e muito, muito medo porque eu realmente achava que era de terror! Bom saber que não é, assim facilita mais ainda a possibilidade de eu realizar a leitura. A história deve prender muito, imagino que o leitor não queira largar o livro enquanto não souber como termina essa história, que parece realmente estar “no escuro” grande parte do tempo.
    Vou realizar a leitura em breve.
    Beijos!
    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    Curtir

    Lilian Farias disse:
    26 de janeiro de 2017 às 23:43

    Siiiiiiiiimmmmmmmmmmmmm, o universo já leu o livro, acho a história sensacional, mas, infelizmente, ainda não li e fico fula da vida por isso 😦

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s