[RESENHA#39] O Lado Bom da Vida

Postado em Atualizado em

Resultado de imagem para livro o lado bom da vida capa original

Título: O Lado Bom da Vida
Autor: Matthew Quick
ISBN: 9788580573763
Ano: 2013
Páginas: 160
Editora: Intrínseca
Informações: Skoob

Compre aqui: Submarino / Saraiva / Americanas

Sinopse: Pat Peoples, um ex-professor na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele ‘lugar ruim’, Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um ‘tempo separados’. Tentando recompor o quebra-cabeça de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com o pai se recusando a falar com ele, a esposa negando-se a aceitar revê-lo e os amigos evitando comentar o que aconteceu antes de sua internação, Pat, agora viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida.


Olá Kaoticos, como vão?!

Hoje venho falar um pouco sobre um livro que li há algum tempo, mas tenho boas lembranças. Este é um livro bonitinho, cheio de bons sentimentos e uma mensagem muito otimista.

Acredito eu que muitas pessoas já tenham assistido ao filme e gostado, porque é divertido e têm as atuações dos queridinhos de Hollywood Bradley Cooper e Jennifer Lawrence, além da presença de Robert De Niro no elenco. Mas esse filme me deixou um pouco decepcionada, porque muitas coisas que gostei no livro haviam sido mudadas. 

Resultado de imagem para gif o lado bom da vida

Se você assistiu ao filme, sabe que o grande segredo do livro é revelado logo no começo, estragando totalmente o mistério que levou Pat à ser internado. Mas, caso você não tenha assistido não farei como os produtores que jogaram o livro pela janela. Vou contar um pouquinho sobre o enredo que a sinopse não fala.

O livro inicia com Pat saindo da instituição psiquiátrica com a memória totalmente confusa e sem noção do tempo que ficou na clínica, não lembrando o porque foi parar naquele “lugar ruim”. A única coisa que se lembra é que sua amada esposa Nikki pediu para ficarem um tempo separados. Obcecado em voltar com sua “vida normal” ao lado de Nikki, Pat tenta recomeçar sua vida a praticando exercícios físicos de forma descontrolada (para ser mais saudável) e também começa a ler os livros que sua amada sempre indica em suas aulas e que ele nunca havia se interessado, além de tentar controlar sua raiva, procurando ser mais gentil. 

O Lado Bom da Vida gif _01_thumb[1].gif

Nesta nova fase de sua vida, Pat voltou a morar na casa dos pais e lá convive com sua mãe, que é muito carinhosa, seu pai, que ignora-o a maior parte do tempo, exceto quando os Eagles jogam.Acaba por conviver também com Cliff, seu psiquiatra fanático pelo Eagles, seu irmão que o visita e leva aos jogos e melhor amigo que mora próximo. Em uma de suas visitas à casa de seu melhor amigo, Pat reencontra Tiffany, irmã da mulher de seu melhor amigo e que também passa por problemas psicológicos após a morte de seu marido. Ela então começa a se aproximar de Pat, mesmo contra a vontade dele e ali começa a nascer uma amizade.

Resultado de imagem para gif o lado bom da vida

” A vida raramente te dá momentos como esse, e é um pecado não aproveitá-los.” 

Tiffany também passa por muitos problemas psicológicos e a dança a ajuda nos momentos mais difíceis. Ela quer participar de um concurso, mas não quer fazê-lo sozinha. Então, por meio de uma “chantagem”, ela faz com que Pat comece a ensaiar os passos de dança com ela. Eu acho essa parte do livro a mais tocante, porque a música que eles dançam é perfeita para a situação! Fiquei imaginando toda expressão corporal dos dois e me peguei suspirando enquanto lia, o que é muito raro de acontecer. Porém, no filme, ambos parecem dois panacas dançando …. 

Resultado de imagem para gif o lado bom da vida

 

A narrativa de Pat por vezes é cansativa, mas acabamos por nos aprofundar na mente problemática do personagem. Aos poucos, Pat vai encaixando as peças do quebra-cabeças e compreendendo tudo que lhe aconteceu até se lembrar por completo. O que mais me tocou nesse livro foi justamente o amor, a perseverança e dedicação do personagem em ser alguém melhor e em ver “o lado bom da vida”, mesmo que em muitos momentos fosse difícil para ele compreender o que estava passando.

“Se as nuvens estão bloqueando o sol, sempre tento ver aquela luz por trás delas, o lado bom das coisas, e lembro de continuar tentando.”

 

Bem, é isso Kaóticos! Espero que tenham gostado da dica de hoje! Boas Leituras!

http-signatures-mylivesignature-com-54494-324-3e0afc0e30bc05c945278542b11620b8

Anúncios

6 comentários em “[RESENHA#39] O Lado Bom da Vida

    Vertkal disse:
    8 de dezembro de 2016 às 21:33

    Oi, tipo e meu filme romântico favorito depois de Shrek, um dos meus livros que eu tive o prazer de terminar… Claro que gostaria de mexer na obra como um todo e pegar partes do “Livro” e jogar no filme e vise e versa! Ainda acho o filme melhor que o livro, as tiradas foram excelentes e me deu uma nova visão de como ver o amor da sua forma mais legal… Foi o primeiro filme que vi sozinho no cinema e depois disso corri para comprar o Livro, mas isso são minhas historias kkkkk

    Como sempre gosto muito das suas resenhas e fiquei realmente emocionado que esse livro tenha passado por aqui, me trás sempre aquela frase na cabeça… ”A vida raramente te dá momentos como esse, e é um pecado não aproveitá-los.”

    Parabéns de novo novamente mais uma vez!!! #FãN2

    Curtido por 1 pessoa

    Morgana Brunner disse:
    9 de dezembro de 2016 às 12:38

    Oiii Gaby, tudo bem?
    Eu só assisti ao filme mesmo, mas tenho tanta vontade de ler o livro que você nem imagina, sei que lendo vai me emocionar muito mais a história, mesmo que eu tenha chorado horrores no filme ahuahauahaua
    Beijinhos da Morgs!

    Curtido por 1 pessoa

    Camila - Leitora Compulsiva disse:
    9 de dezembro de 2016 às 18:15

    Gaby do céu!
    Sua resenha foi a minha salvação!! Estou participando de um desafio do alfabeto literário e estava desesperada por um livro de um autor com nome ou sobrenome com a letra Q! E então me deparo com essa sua ótima resenha e percebi que esse livro será perfeito!!
    Adoro histórias assim, mesmo que sejam meio lentas…
    Beijos
    Camis – blog Leitora Compulsiva

    Curtido por 1 pessoa

    Beta Oliveira disse:
    9 de dezembro de 2016 às 21:08

    Oi, Gaby! Eu não vi o filme e o livro não tinha me atraído porque tive uma impressão de que ele seria mais para o drama que a comédia. Seu texto desmistificou meus medos e me tornou interessada em encarar o livro, caso o encontre.
    E também já passei por decepções cinematográficas quando vi adaptações de livros que me emocionaram. Por isso te entendo! Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

    Driely Meira disse:
    10 de dezembro de 2016 às 09:13

    Oiee ^^
    A cena do Pat jogando o livro pela janela foi uma das minhas favoritas ♥ haha’
    Eu acabei vendo o filme antes de ler o livro, então, quando o li, perdeu a graça *-* acabei não gostando muito, e achei a escrita do autor um tanto cansativa. Ou seja, perdi a mágica. Mas achei o filme divertido ♥
    MilkMilks ♥

    Curtido por 1 pessoa

    Leticia Golz disse:
    11 de dezembro de 2016 às 10:46

    Oi, Gaby
    Adorei sua resenha. Eu ainda não li nem vi o filme. Mas como sempre, né, o livro sempre tem coisas que nos agradam e são cortadas ou mudadas no filme. Uma pena.
    Que bom que a jornada dos protagonistas agrada assim. Quero muito conhecer a história, pelo menos ver o filme no momento, porque é tanto livro para ler que já quero rs

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s