[RESENHA#36] A Morte da Luz

Postado em Atualizado em

Resultado de imagem para a morte da luz

Título: A Morte da Luz
Autor: George R.R. Martin
ISBN: 9788580444926
Ano: 2012 (originalmente em 1977)
Páginas: 336
Editora: LeYa
Informações: Skoob

Compre aqui: Submarino / Saraiva / Americanas

Sinopse:  Primeiro livro escrito por George R. R. Martin, autor da renomada série “As Crônicas de Gelo e Fogo” foi premiado com os principais prêmios do mundo de fantasia e ficção científica. Desde essa primeira história o autor já mostra o que o tornaria mundialmente famoso, seus personagens que não são nem vilões, nem heróis, mas sim seres complexos como todos nós.
Um planeta está prestes a morrer, seu caminho se afasta das estrelas que trazem vida àquele lugar. Suas 14 cidades, construídas rapidamente quando o planeta passou por perto de uma grande estrela, também estão moribundas.
Uma joia-sussurrante o leva a Worlorn e a um amor que julgava perdido. Worlorn não é o planeta que Dirk T’Larien imaginava, e Gwen Delvano não é mais a mulher que conhecera. Ela está ligada a outro homem e a esse planeta moribundo preso no crepúsculo, seguindo em direção à noite sem fim. Presa em um perigoso triângulo, Gwen precisa da proteção de Dirk, e ele fará tudo para mantê-la a salvo, mesmo que isso signifique desafiar o homem bárbaro que a reivindicara e seu astuto companheiro. Mas um véu impenetrável de segredos cerca todos eles e fica impossível para Dirk distinguir aliados de inimigos. Enquanto eles lutam para permanecerem vivos, um espera pela fuga, um por vingança e outro por uma brutal morte prematura.


E aí pessoal, tudo bem?

Hoje venho contar para vocês sobre o livro mais difícil que li este ano. Eu decidi ler esse livro porque coloquei na minha cabeça que lerei “As Crônicas de Gelo e Fogo” e queria me adaptar à escrita do autor. Realmente, Titio Martin em sua primeira obra foi extremamente detalhista, o que diversas vezes me deixou muito confusa. Ao final do livro, existe um glossário que consultei diversas vezes para me ajudar na leitura (ainda bem kkk).

A sinopse do livro consegue descrever muito bem seu resumo e por esse motivo não quero me aprofundar mais. Vemos um cenário de ficção científica futurista, onde vários planetas foram colonizados por seres híbridos entre extraterrestres e seres humanos. É um livro muito descritivo no começo, o que me cansou algumas vezes. O desenrolar da estória e a ação de fato acontecem mais da metade para o final do livro. 

Resultado de imagem para a morte da luz

” […] Dê um nome para uma coisa e ela, de algum modo, passará a existir. Toda a verdade está nos nomes, e todas as mentiras também, pois, nada distorce tanto quanto um nome falso, um nome falso que muda a realidade assim como as aparências.”

O romance desenvolvido é um pouco confuso no começo. Isso porque, na realidade, tudo está ligado à uma trama de segredos que de certa forma foi feita para confundir. Uma hora, você está torcendo para o “mocinho”, mas na outra percebe que o vilão não é tão mal assim e que o mocinho é meio babaca. Todos os personagens foram muito bem construídos e a personagem feminina é forte, mas indecisa. E, eu entendo-a  porque ela estava sozinha após o rompimento com seu ex, que não a identificava como a pessoa que ela era. Sentiu-se perdida por um tempo e acabou encontrando o tal que seria o vilão. Mas ele não é de fato o vilão. Você percebe com o caminhar da trama como na verdade, nada é o que de fato parece ser. Tudo isso enquanto o maldito planeta errante está indo em direção ao nada, se afastando do “Sol Satã Gordo” e a vida no planeta está definhando rapidamente. Há muita violência por parte de uma cultura extremista no livro e você se verá arrebatado por essas cenas. Os personagens secundários são tão importantes para trama quanto os principais.

O final foi de fato surpreendente e eu me peguei numa ressaca literária daquelas. Mais de um mês sem conseguir ler outro livro e só pensando e criando finais alternativos na minha cabeça. Eu recomendo a leitura desse livro, mas, quem sou eu para recomendá-lo não é mesmo? Fique aqui então com a opinião de quem realmente entende! Espero que tenham gostado ! Boas Leituras!

“O pano de fundo galáctico é excelente; o mundo que ele cria é interessante … nunca é maçante. Martin sabe como prender o leitor e, provavelmente, será um dos maiores romancistas da próxima década.”   – Asimov’s 

http-signatures-mylivesignature-com-54494-324-3e0afc0e30bc05c945278542b11620b8

Anúncios

9 comentários em “[RESENHA#36] A Morte da Luz

    Beatriz Andrade disse:
    1 de dezembro de 2016 às 23:54

    Sou louca para ler esses livros mas venho adiando faz tempo, o primeiro deve ser um pouco mais detalhado mesmo mas acredito que nos próximos deva melhorar e facilitar a leitura

    Curtir

    Beta Oliveira disse:
    2 de dezembro de 2016 às 20:23

    Oi, Gaby! Nunca li nada do George R. R. Martin (e nem vi o seriado Game of Thrones). O relato da sua experiência me mostrou que ainda não estou pronta para encarar os personagens e as tramas do autor. Espero que você se divirta nas próximas leituras do Martin e compartilhe conosco. Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

    O Taverneiro disse:
    3 de dezembro de 2016 às 09:41

    Cara, pra começar a ler o Georginho seria melhor ler o cavaleiro dos sete reinos, que é uma leitura super tranquila, e de quebra ja é no universo das crônicas de gelo e fogo. Mas fiquei bem curioso em ler esse livro, até mesmo pra enxergar a evolução na escrita do George

    Curtido por 1 pessoa

    Daniele Vieira disse:
    3 de dezembro de 2016 às 11:15

    Olá
    Eu li esse livro no começo do ano, e também achei ele arrastado e confuso, e acabei não gostando muito dele não, acho que se ele retirasse o ‘mocinho’ e deixasse só os carinhas la da cultura que me lembra um pouco os Dothraki, ficaria tão melhor U.U

    Curtido por 1 pessoa

    Juliana Xavier disse:
    3 de dezembro de 2016 às 16:56

    Nem sabia que esse era o primeiro livro do autor! Acho que esses detalhes não me incomodariam não, e amei a premissa, então mesmo que você tenha tido problemas no início gostaria de conferir. Afinal, você acabou gostando e recomendando! Só espero não ficar com uma ressaca dessas… Rs…

    Curtido por 1 pessoa

    Morgana Brunner disse:
    4 de dezembro de 2016 às 22:45

    Oiii Gaby, tudo bem?
    Menina eu to é louca para ler esse livro que você nem imagina, mas como a minha lista está enorme vou pular por enquanto a dica, sua resenha ficou incrível.
    Abraços

    Curtido por 1 pessoa

    Licavargas disse:
    5 de dezembro de 2016 às 01:17

    Eu tentei mais de uma vez ler GoT mas não consegui me adaptar com o estilo de escrita do autor. Por esse motivo, todos os outros livros tem meio que passagem garantida por aqui…
    Não curto muito leituras que me deixam confusa, e nem as que preciso ficar consultando glossários e pelos seus comentários esse tem essas duas coisas…
    Infelizmente, não é para mim, então eu passo!
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    Curtido por 1 pessoa

    Mairton Salvattore disse:
    6 de dezembro de 2016 às 16:23

    Olá, tudo bem?
    Realmente um livro com este enredo forte e cheio de reviravoltas mirabolantes nos deixa em uma ressaca intensa. Se eu não tivesse com tantas leituras atrasadas, daria uma chance. Pois A Morte da Luz é aquele tipico livro que nos faz viajar a esse universo paralelo.

    Curtido por 1 pessoa

    Paulo Rafael Botter Franco disse:
    9 de dezembro de 2016 às 11:52

    Olá! Mais um livro do Martin que deve estar na minha estante o mais rápido possível, uma vez pensei em comprar, mas fiquei naquela dúvida e acabei passando, mas curti sua resenha e vou adicionar, só não sei quando vou ler e quando comprar rs.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s