[RESENHA#13]A Noite dos Mortos Vivos e A Volta dos Mortos Vivos, de John Russo.

Postado em Atualizado em

timthumb
Título:
 A Noite dos Mortos Vivos e A Volta dos Mortos Vivos.
Autora: John Russo
ISBN: 9788566636215
Ano: 2014
Páginas: 320
Editora: DarkSide
Informações: Skoob / Goodreads
Compre aqui: Submarino / Saraiva / Cultura / Amazon
Sinopse: A DarkSide® desenterra mais um clássico do terror e vai direto na fonte: A Noite dos Mortos-Vivos, considerado uma das maiores obras-primas do gênero e um livro obrigatório para os fãs de The Walking Dead, Resident Evil, Orgulho e Preconceito Zumbi e tudo aquilo que englobe os carismáticos comedores de cérebros.
Se hoje os zumbis estão em alta é porque, em 1968, George Romero e John Russo se reuniram para escrever o roteiro de A Noite dos Mortos-Vivos e mudar a história do cinema. O filme revolucionou o mito sobre as criaturas que voltavam do além: as superstições vodus das velhas produções B deram lugar à epidemia de fome canibal nas ruas norte-americanas. Criaturas similares já haviam aparecido antes nas telonas, mas foi em A Noite dos Mortos-Vivos a primeira vez em que foram retratados como uma praga devoradora de carne humana.
O próprio John Russo (que também atua no clássico de 1968 como um zumbi) adaptou a história do filme neste romance que a DarkSide® traz para o Brasil. A Noite dos Mortos-Vivos inclui ainda uma surpresa para os leitores: o texto integral da sequência do clássico, que nunca chegou a ser filmada, chamada de A Volta dos Mortos-Vivos (não vai confundir com a comédia trash de 1985, que também contou com Russo no time de roteiristas). Depois de 45 anos, finalmente é publicado no Brasil o romance do filme que marcou gerações.


E nesse mês de dia das Bruxas, dia que eu posso ser eu mesma sem problema nenhum, posso bater nos peitos, vestir a camisa, pegar minha vassoura e ser feliz; eu escolhi um clássico.

Você que gosta de The Walking Dead, conheça agora a inspiração base de criação do episódio piloto.

tumblr_nitjy45uot1ttuosro1_400
Aí agora vão vir meia dúzia de fofoletes e dizer: “AAAAhhh meu Deus!!! Terror?! Não!!! Eu não consigo!! Eu não posso!!! Ó céus!!! O vida!!!”
Aí daqui a meia hora vão tudo marcar no feicibuk que amam TWD! Criem todas vergonha nessa cara! Apenas considerarei aquelas de estômago fraco, porque, aí minhas amigas e meus amigos, não tem jeito! É zumbi! É tudo caído! É tudo pendurado… Pode ir! Tá liberado(a) dessa leitura!

“Os rostos dos agressores eram rostos de defunto. A carne estava putrefata e gotejava pus em alguns pontos. Os olhos inchados projetavam-se para fora das orbitas profundas. Tinham a pele pálida, branca como gesso. Moviam-se com dificuldade, como se a força misteriosa que os ressuscitara não tivesse feito um trabalho completo. Eram seres horríveis, demoníacos, mas apesar do terror profundo que lhe inspiravam, Ben continuou a avançar em direção aos dois com o pé de cabra em riste.”

Esse livro na verdade é um dois em um. Tem A Noite dos Mortos Vivos e A Volta dos Mortos Vivos. Ele veio no Box Cine Book Club da minha queridíssima DarkSide, junto com Os Goonies e Psicose.
Eu não vi os filmes, mas esses livros são oriundos dos roteiros originais. John Russo, o autor deste livro, foi o roteirista do filme junto a George Romero.

Na introdução do livro, John Russo explica como foi a criação dos filmes e a decisão de fazer este “romance”, e até fala de coisas que foram alteradas no decorrer das filmagens. Quem viu o filme, com certeza se surpreenderá com o final do livro! Pelo que fiquei sabendo, é totalmente diferente, e pelo que eu li, chega a ser até engraçado, em alguns aspectos!

tumblr_n6ezojrZMv1tsxieqo1_500.gif

O livro conta a história de Barbara e Ben, que acabam se encontrando em meio ao corre-corre desse mundo ao qual os mortos, chamados de humanoides, se levantam de suas tumbas e sentem o desejo feroz de comer carne humana.

O livro já começa de cara com Barbara e seu irmão Johnny indo ao cemitério, colocar uma coroa de flores sob o tumulo de seu falecido pai. E é nesse ambiente que aparece o primeiro humanoide que mata Johnny e deixa Barbara louca, sem entender nada e histérica.

“TODOS AQUELES QUE MORRERAM RECENTEMENTE TÊM RETORNADO À VIDA PARA SE ALIMENTAR DE CARNE HUMANA. PESSOAS MORTAS EM NECROTÉRIOS, HOSPITAIS, CASAS FUNERÁRIAS… BEM COMO MUITOS DAQUELES MORTOS DURANTE OU EM DECORRÊNCIA DO CAOS GERADO NESTA EMERGÊNCIA… TÊM VOLTADO A VIVER DE UMA FORMA DEGENERADA E INCOMPLETA… COM UMA ÂNSIA IRRESISTÍVEL DE MATAR OUTROS SERES HUMANOS E DEVORAR SUA CARNE.”

Durante uma fuga desesperada, Barbara encontra Ben e se refugiam dentro de uma casa no meio do nada, que em pouco tempo, se torna rodeada de humanoides comedores de carne de humana.

milk
                                             (Vê, eles até tentaram leite… Vai leitinho aí?!)

Ben tenta fazer da casa uma fortaleza, tapando janelas, portas e se armando. Contudo, pouco depois, descobre que há mais cinco pessoas escondidas no porão da casa. O covarde Harry Cooper com sua esposa Helen e filha e o jovem casal de namorados Tom e Judy.

A história em si é bem curta, capítulos rápidos e a história decorre sem enrolação. Por isso não posso mais continuar com A noite. Já em A volta dos Mortos Vivos, já se passaram dez anos desde o ultimo incidente com zumbis, até que em um acidente, um ônibus despenca ladeira a baixo e trinta e seis pessoas morrem.

Enquanto a policia chega para verificar o acidente, uma congregação que estava em um enterro próximo ao local do acidente, resolve ir e levar estacas de madeira para cravar no crânio dos mortos para que não voltem à vida, e aguardem o chamado de Deus no dia de seu julgamento final.

No momento ao qual a policia chegou, 13 mortos haviam levado estacas em seus crânios. A congregação foge para não ser detida e os demais mortos ficam apenas com as orações do reverendo, para que Deus tenha misericórdia de suas almas e não permita que eles voltem. Parece que Deus não ouviu as preces… E dá-se inicio a mais um ataque zumbi!

“Os dois homens mortos se moviam como se estivessem conscientes da presença um do outro, mas indiferentes um ao outro. Ambos eram movidos pela mesma força, tinham as mesmas vontades. De fato, ambos desejavam ardentemente a mesma coisa: devorar a carne dos vivos.”

Eu não gosto muito de zumbi, admito! Meu marido me fez ter ojeriza a tudo que é coisa envolvida com zumbi. O homem só gosta de zumbi!! Seriado de zumbi, filme de zumbi, videogame de zumbi! Sério! Chega hora que dá nos nervos!

Mas esse livro é bem legal. Não é terror, é bem suspense e não tem exatamente nada descrito ali que vocês não tenham visto em filmes e seriados!

O fato dos capítulos serem curtos e dinâmicos faz com que a leitura seja bem rápida e até envolvente.
Mas o final, gente… O final é estupendo! Tão estupendo que quando eu contei pro meu marido ele ficou com uma cara de bunda única! Eu deveria ter tirado uma foto e postado aqui! Huahuahuauhauha!

tumblr_ngogl3xyjo1rvgv3do1_500

Enfim, quer sair da rotina?! Gosta de zumbi?! Gosta de suspense?! Leia! Repito: É uma leitura super rápida e gostosinha de se ler! Você fica louco pra saber o que acontece depois e sempre mais e mais e mais e de repente, acaba!

Tá aí uma dica de leitura para o mês das Bruxas!!

Fui!

bruxa-halloween-21

ana-souza-neo-000

 

 


*Resenha de minha autoria, publicado anteriormente no blog http://www.viciadosemleitura.blog.br/

Anúncios

18 comentários em “[RESENHA#13]A Noite dos Mortos Vivos e A Volta dos Mortos Vivos, de John Russo.

    Rosana Gutierrez disse:
    14 de outubro de 2016 às 01:05

    Oi
    Lendo sua resenha pude lembrar qdo assistia a filmes de zumbi nos anos 80.
    Adorava. Era o tipo de zumbi, tosco que me divertia.
    Não sou muito fã desses novos.
    E esse é um clássico. Ótima resenha!
    Bj

    Curtido por 2 pessoas

    Raíssa - Livros Românticos disse:
    14 de outubro de 2016 às 09:33

    Eu não curto muito livros com vampiros, mas confesso que acho essa publicação da Darkside linda demais e compraria só para enfeitar a estante mesmo se fosse rica… kkkkk… fico feliz que tenha se surpreendido com o final…,e devia ter tirado foto da cara de bunda do seu marido… essas coisas não podemos perder a chance… kkkkkkkkkkkk

    Raíssa Nantes

    Curtido por 2 pessoas

      Ana Souza respondido:
      17 de outubro de 2016 às 17:14

      Num é Raíssa?! Me arrependi também de não ter tirado… huauhahuauhauhuha

      Curtido por 1 pessoa

    Morgana Brunner disse:
    14 de outubro de 2016 às 10:57

    Oiii, tudo bem?
    Menina eu fiquei apaixonada por essa resenha e adoraria ter a oportunidade de realizar a leitura, a noite dos mortos vivos me deixou bastante animada e comprarei assim que entrar em promoção.
    Beijinhos

    Curtido por 1 pessoa

    Vitor Araujo disse:
    14 de outubro de 2016 às 11:31

    Oi!
    Então… Eu sou desses que passa longe de terror! Uma coisa ou outra que me agrada. Vi duas temporadas de TWD e não curti muito. Por não ser fã do gênero, eu acabo deixando passar muita coisa boa, mas as vezes eu acabo vendo/lendo e enfim… haha’
    Já ouvi falar muito desse. Adorei sua resenha, mas né? =D
    Abraço!

    Curtido por 1 pessoa

    Mariana disse:
    14 de outubro de 2016 às 11:40

    Oi, tudo bom?

    Adorei sua resenha e os gifs haha, mas infelizmente esse tipo de livro não me atrai muito, prefiro os romances açucarados.

    Beijos:*
    treslivrolatras.blogspot.com

    Curtido por 1 pessoa

    Catrine Vieira dos Santos disse:
    15 de outubro de 2016 às 19:06

    Oi!
    Parabéns pela resenha, mas do livro, passo longeee. kkkkk. É o gênero que menos gosto, sou muito medrosa.

    Curtido por 1 pessoa

    lilianhuzyk disse:
    17 de outubro de 2016 às 09:23

    Amei sua resenha hahahh que gifs fodas, adorei ! Admito que não li nada sobre zumbis, só acompanho as séries e filmes, mas fiquei interessada! Ótima resenha!

    Curtido por 1 pessoa

    Iris Pereira disse:
    17 de outubro de 2016 às 21:10

    Oi,
    Apesar de vc ter comentado que o livro é um “suspense” e não um “terror”, acho que não teria coragem de ler!! Hahaha
    Obs: Adorei os gifs hahaha
    Bjs!
    Fadas Literárias

    Curtir

    Catharina Mattavelli Costa disse:
    18 de outubro de 2016 às 14:29

    Oie
    eu tenho muita curiosidade pelo livro e pelo filme, adoro esse gênero e sempre ouço elogios, boa resenha, espero adorar quando ler

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    Curtir

    World Of Make Believe disse:
    18 de outubro de 2016 às 22:32

    Oi Ana! 😀
    Sou apaixonada por livros, séries de zumbis, estou até iniciando uma coleção aqui em casa, agora já tenho 3 livros que falam sobre esse assunto. Estou comprando aos pouco! kkkkk 😀
    Essa ediçaõ da dark está na minha lista de desejados menina, espero ter em mãos logo!!!!!

    Curtir

    Thayenne disse:
    19 de outubro de 2016 às 09:27

    Olá,

    Não sinto a menor vontade em ler esse livro. Os comentários são muito bons, mas o livro não faz meu gênero, até já tentei ler livro de terror, e mesmo tendo gostado do livro, não é uma experiência que pretendo repetir em breve hahahaha sou medrosa demais para ler esses livros 😊

    Curtir

    Mary Reis disse:
    19 de outubro de 2016 às 20:24

    Oie
    Tudo bem?
    Então eu adoro livros de zumbi apesar de lê-los pouco eu bem queria ter separado algum livro de terror/horror para fazer leitura esse mês porém não estou muito na vibe.
    A Darkside sempre arrasa essa aposta deles no terror é muito bacana já tenho separado alguns livros da editora este eu ainda não tenho mais com certeza vai entrar na lista.
    Bju
    Mary Reis

    Curtir

    Gabriela Cerqueira disse:
    21 de outubro de 2016 às 16:58

    Me pareceu um livro beem fantasioso kkk mas no sentido de ser superficial, tipo nada muito elaborado com relação a explicação a respeito dos zumbis. Sou muito fã de coisas que envolvam zumbis e no caso muuito critica. Talvez eu leia por curiosidade qualquer dia desses :*

    Curtir

    cila-leitora voraz disse:
    24 de outubro de 2016 às 14:05

    Oi Ana, sua linda tudo bem?
    Eu nunca gostei de zumbis, até que de tanto insistirem, resolvi ceder. Mas confesso que gosto de histórias com zumbis que retratem mais a tentativa de sobrevivência dos outros, o quão longe eles são capazes de ir para viver e não as que focam nos zumbis em si. Não posso negar que essa história é um clássico e que fiquei curiosa com esse final. Mas mesmo assim, não senti que vai focar no aspecto que eu mais gosto, por isso ainda não me convenci de ler. Mas gostei muito da sua resenha. Amei a bruxinha no final!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    Curtir

    entrepalcoselivros disse:
    24 de outubro de 2016 às 15:32

    Eu tenho o estômago muito fraco, muito mesmo, só de ouvir falar de zumbis ele começa a embrulhar, são nojentos demais, eca, rs, então não leria de jeito nenhum. Também não assisto nada do gênero, me daria pesadelos… Estou no momento tentando tirar esse gif do leite da mente. Que bom que gostou mesmo não gostando muito de zumbis, mas realmente passo a dica.

    Curtir

    Rafael Botter disse:
    1 de novembro de 2016 às 09:01

    Um clássico! Quero muito ler esse livro, e quando publicado pela DarkSide é sinal que o livro tem uma qualidade impecável. Bora marcar na lista dos desejados.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s