[TROCA DE FIGURINHAS-RODRIGO#2]Dias Perfeitos, de Raphael Montes

Postado em Atualizado em

Nessa segunda Troca de Figurinhas, Ana me indicou Dias Perfeitos de Raphael Montes. Parabéns, Ana! Conheço poucos leitores que transitam tão bem em vários gêneros e temas tão distintos e antagônicos.

13671_gg


Título:
Dias Perfeitos
Autor: Raphael Montes
ISBN: 9788535924015
Ano: 2014
Páginas: 280
Editora: Companhia das Letras
Informações: Skoob / goodreads
Compre aqui: Submarino / Saraiva / Cultura / Amazon

Sinopse: Téo é um solitário estudante de medicina que divide seu tempo entre cuidar da mãe paraplégica e examinar cadáveres nas aulas de anatomia. Durante uma festa, ele conhece Clarice, uma jovem de espírito livre que sonha tornar-se roteirista de cinema. Ela está escrevendo um road movie sobre três amigas que viajam em busca de novas experiências. Obcecado por Clarice, Téo quer dissecar a rebeldia daquela menina. Começa, então, uma aproximação doentia que o leva a tomar uma atitude extrema. Passando por cenários oníricos, que incluem um chalé em Teresópolis e uma praia deserta em Ilha Grande, o casal estabelece uma rotina insólita, repleta de tortura psicológica e sordidez. O efeito é perturbador. Téo fala com calma, planeja os atos com frieza e justifica suas atitudes com uma lógica impecável. A capacidade do autor de explorar uma psique doentia é impressionante – e o mergulho psicológico não impede que o livro siga um ritmo eletrizante, repleto de surpresas, digno dos melhores thrillers da atualidade. Dias perfeitos é uma história de amor, sequestro e obsessão. Capaz de manter os personagens em tensão permanente e pródigo em diálogos afiados, Raphael Montes reafirma sua vocação para o suspense e se consolida como um grande talento da nova literatura nacional.


Dias Perfeitos, de Raphael Montes, conta a história de Téo, um estudante de medicina que se apaixona pelo cadáver de uma mulher. Só isso já demonstra que ele não é normal. Filho de um desembargador corrupto que morreu no mesmo acidante de carro que deixou sua mãe, Patrícia, numa cadeira de rodas, Téo não consegue ter nenhum sentimento real em relação a nada. Gertrudes, como ele chama o corpo no anatômico, parece ser o único receptáculo de seu verdadeiro afeto.

O livro é todo narrado na terceira pessoa, mas foca o tempo todo a introspecção psicológica de Téo. E ele finge o tempo todo: finge acreditar em Deus quando vai à igreja, finge amor e afeto pelas pessoas ao seu redor quando, na verdade, despreza a todas. Finge e dissimula tão bem que está acima de qualquer suspeita. Ele é um psicopata típico.

Téo é vegetariano, isso é a única coisa que ele não finge. A história começa de fato quando a mãe o obriga a ir a um churrasco onde conhece Clarice. Ele fica obcecado pela menina e começa a persegui-la. Descobre tudo sobre ela e a sequestra. O livro é exatamente a história desse sequestro e a viagem que os dois fazem. Ardiloso, Téo consegue convencer a todos que está namorando a garota e que se tornam noivos durante a viagem. Conseguirá Clarice se livrar desse cativeiro? Essa é a pergunta que o leitor fará ao longo da leitura.

Raphael Montes inicia o romance no melhor estilo de Nélson Rodrigues, com muitas nuances de A Vida Como Ela É…. No decorrer da história, a obsessão de Téo por Clarice lembra a de Bentinho por Capitu em Dom Casmurro de Machado de Assis. Sem contar uma implícita e mordaz crítica da sociedade atual e do discurso politicamente correto só da boca para fora no melhor estilo Jorge Amado. É possível constatar que o autor usa, como ninguém, as referências de nossa melhor tradição literária para criar uma história nova e envolvente. É originalidade nos dois sentidos do termo, retomada de tradição e a criação de algo novo.

Lendo Dias Perfeitos, o leitor entenderá o que é um monstro, o que os torna desumanos e o porquê de não poderem ser verdadeiramente amados ou aceitos.

Por Rodrigo Rosas Campos .

Anúncios

2 comentários em “[TROCA DE FIGURINHAS-RODRIGO#2]Dias Perfeitos, de Raphael Montes

    [Tag#10]Recomendações Literárias « LiteraKaos! disse:
    7 de outubro de 2016 às 09:27

    […] Raphael Montes. Leiam “Dias Perfeitos. Já até temos uma resenha feita pelo Rodrigo aqui. Ele não curtiu muto, mas eu simplesmente amei e recomendo muita […]

    Curtir

    raphaelmontes disse:
    3 de novembro de 2016 às 15:01

    Republicou isso em Raphael Montes.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s