[TROCA DE FIGURINHAS-RODRIGO#1]No Mundo da Luna, de Carina Rissi

Postado em Atualizado em

Troca de Figurinhas é a sessão desse blog em que Ana me indica um livro para eu ler e resenhar e eu, Rodrigo, indico um livro para ela ler e resenhar. Enfim, é uma troca de figurinhas mesmo. Ela pretende que seja mensal, eu pretendo que seja bimestral, ainda não chegamos num acordo quanto a isso, mas continuando.
A proposta dessa sessão é exatamente trocarmos impressões sobre livros que lemos e gostamos. Nessa primeira troca, calhou de ter a palavra mundo nos dois títulos, logo, o primeiro episódio do Troca de Figurinhas é:

Trocando de Mundos

Ela me indicou o livro No Mundo da Luna de Carina Rissi. Eu indiquei Admirável Mundo Novo de Aldous Huxley. Enquanto escrevo esta introdução a coluna, ela já leu a minha resenha de No Mundo de Luna, a seguir, mas ainda não terminou de ler Admirável Mundo Novo.

Tá certo, já tenho impressões parciais do que ela está achando do livro, que é a primeira de todas as distopias, mas não tenho como adivinhar o que ela achará do todo.

De minha parte, essa coluna será um desafio. Normalmente, só leio um autor (ou autora) novo(a) depois de três indicações de pessoas diferentes. Nessa coluna terei que ler o que ela determinar e vice-versa. De nada valerá o que meus outros amigos, que leem mais ou menos o que eu leio, e que sabem mais ou menos o que gosto de ler, acham do livro ou de quem o escreveu.

Ela fala o título e autor, eu leio, eu falo o título e o autor, ela lê. Esse é o acordo. Cruel como ela é, ela nem sequer me dá uma preparação do que encontrarei. Já eu, babaca que sou, indico o livro já falando porque gostei, resumindo o plot etc.

Neste primeiro desafio, por assim dizer, ela quis ver a perspectiva masculina para um livro voltado para o público feminino. Leitor de várias escritoras que sou, não entendi muito bem o que Ana quis dizer com isso: quem escreve, escreve para leitores e leitoras. Com efeito, indiquei um livro de Martha Medeiros para ela na próxima troca de figurinhas, e não foi Divã.

Mas confesso que nenhuma outra escritora que li até hoje se preocupou tanto em só agradar mulheres com sua escrita como Carina Rissi. Ainda assim, como vocês poderão ver, consegui extrair muitos pontos divertidos e interessantes desse livro, cuja maior falha é a previsibilidade de uma novela da Globo, mas que consegue extrair gargalhadas honestas.

Enfim, seja você mais um dos perdidos no mundo da Luna.


NoMundodaLunaTítulo: No Mundo da Luna
Autor: Carina Rissi
ISBN: 9788576863021
Ano: 2015
Páginas: 476
Editora: Verus Editora
Informações: Skoob / Goodreads 
Compre aqui: Submarino / Saraiva / Cultura / Amazon

Sinopse: A vida de Luna está uma bagunça! O namorado a traiu com a vizinha, seu carro passa mais tempo na oficina do que com ela e seu chefe vive trocando seu nome.
Recém-formada em jornalismo, ela trabalha como recepcionista na renomada Fatos&Furos. Mas, em tempos de internet e notícias instantâneas, a revista enfrenta problemas e o quadro de jornalistas diminuiu drasticamente. É assim que a coluna do horóscopo semanal cai no colo dela. Embora não tenha a menor ideia de como fazer um mapa astral e não acredite em nenhum tipo de magia, Luna aceita o desafio sem pestanejar. Afinal, quão complicado pode ser criar um texto em que ninguém presta atenção?
Mas a garota nem desconfia dos perigos que a aguardam e, entre muitas confusões, surge uma indesejada, porém irresistível paixão que vai abalar o seu mundo. O romance perfeito não fosse com o homem errado. Sem saída, Luna terá que lutar com todas as forças contra a magia mais poderosa de todas, que até então ela desconhecia: o amor.
Com seu estilo ágil e fluido, Carina Rissi criou em No mundo da Luna uma leitura viciante, permeada de humor, magia e paixão, que vai conquistar você do início ao fim.


No Mundo da Luna é um livro escrito por Carina Rissi, mas é a própria personagem, Luna, que se apresenta e narra a história na primeira pessoa.

Luna é uma jovem recém-formada em jornalismo trabalhando na Fatos e Furos, uma revista feminina a beira da falência, ou do cancelamento, como queiram, como secretária. Seu chefe Dante Montini a chama de Clara o tempo todo, ela fica irritada, mas nunca o corrige. Vive num apartamento dividindo as despesas com sua amiga Sabrina. Sua grande chance na revista acontece quando a responsável pelo horóscopo vai para a concorrente direta da Fatos e Furos, a Na Mira.

Mesmo sem acreditar nos astros e não entendendo nada do assunto, Luna aceita a coluna de horóscopos. Vai a uma loja de artigos exotéricos e discute com a vendedora, pois a coluna é para a próxima semana e ela não tem tempo de aprender a usar o mapa astral. Acaba comprando um baralho cigano para fazer o horóscopo através das cartas.

Acontece que ela também não sabe jogar as cartas e fica livre interpretando os desenhos que saem com base no que lembra de ter visto sua avó, uma cigana, jogar. É nesse ponto que somos apresentados a família de Luna. Ela é filha de uma cigana que se casou com um não cigano. Sua avó tenta trazer a neta para as tradições em vão, pois ela não acredita nos costumes, não os segue, e, nem mesmo no poder da magia cigana ela acredita.

É claro que a avó fica indignada com a charlatanice da neta, mas a família de Luna não para aí. Ela tem um irmão mais velho chamado Raul, que está prestes a ser pai; sua mãe morreu em seu parto; seu pai é casado com uma mulher mais jovem que ela e vive em outro país; e o tio cigano, Vlad, tenta casá-la sem saber que ela não é mais virgem, coisa inaceitável para os costumes ciganos.

Ao assinar a coluna de horóscopo, incorpora o “apelido” dado pelo chefe e usa sua ascendência cigana, nascendo assim a coluna de horóscopo por cartas de tarô da cigana Clara. O problema é que ela agrada as leitoras da revista que dizem que ela sempre acerta. Luna se vê num dilema, Dante nunca a tirará da coluna de horóscopos se esta for um sucesso.

Mas nada é tão complicado que não possa piorar. O chefe recebe um pé na bunda de sua namorada, com quem era praticamente casado. Quando Vinícios, o repórter fotográfico, lhe dá um bolo no que seria o primeiro encontro dos dois, é Dante quem a encontra casualmente e a acompanha na bebida. Eles se tornam amantes, mas Luna dificulta tudo por temer que os colegas a vejam com maus olhos em função de sua relação íntima com o chefe.

Entre cachorros, uma moto, um carro velho e detonado por uma enchente que ela ganhou numa rifa, amigas, propostas da concorrência direta da revista, um caso secreto e a vizinhança, Luna começa a pôr os pés pelas mãos em situações hilárias.

Não acreditando na magia e nos costumes ciganos, Luna não percebe que o baralho que ela usa é mágico e faz suas interpretações erradas virarem certas para todos os que leem sua coluna, inclusive ela mesma e Dante.

A história é bem divertida, tem situações incrivelmente hilárias, mas a narração em primeira pessoa de Luna a torna extremamente cansativa. Ela se culpa e se questiona o tempo todo, o leitor é levado a querer as perspectivas de outros personagens, claro que isso não acontece. Luna entra em cenas que seriam bem melhores sem ela.

Enfim, apesar de previsível e redundante, o livro é engraçado, bem divertido mesmo. Escrito por Carina Rissi para as jovens mulheres de hoje, a história acerta em cheio nesse público.

Por: Rodrigo Rosas Campos.

Anúncios

20 comentários em “[TROCA DE FIGURINHAS-RODRIGO#1]No Mundo da Luna, de Carina Rissi

    Livros e Tal disse:
    9 de agosto de 2016 às 23:32

    Olá Rodrigo…
    Adorei esse jeito de vocês escolherem um livro para o outro ler. Muito legal isso.
    Sobre o livro, esse é o meu preferido da Carina *____*
    Sério que o achou cansativo?
    Entendo o seu lado e acho que um pov alternado seria mais interessante até porque tem várias coisas que eu queria conhecer pelo lado do Dante também.

    Beijão

    Curtido por 1 pessoa

      rodrigorosascampos respondido:
      10 de agosto de 2016 às 21:15

      Já eu não curti muito esse tal de POV. Mas, como você pôde ver, até me diverti um pouco. Beijos, boas leituras e obrigado pelo comentário.

      Curtir

    Morgana Brunner disse:
    10 de agosto de 2016 às 10:02

    Oii, como vai?
    Que incrível essa coluna do blog, fiquei encantada. Em relação a obra confesso que não tenho muito interesse em ler algo dessa autora, por isso até agora irei pular a dica.
    Beijinhos

    Curtido por 1 pessoa

      rodrigorosascampos respondido:
      10 de agosto de 2016 às 21:05

      Tudo bem, um beijo, obrigado por ler meu post e boas leituras!

      Curtir

    Thatyane Alvarenga disse:
    10 de agosto de 2016 às 13:59

    Oi, confesso que o inicio da postagem eu fiquei meio confusa, mas depois eu entendi a proposta e achei legal. estou louca para ler esse livro da Carina, já que li Perdida e amei sua escrita e achei leve e fluida, mas respeito o fato de você ter achado cansativo esse livro, talvez quando ler, eu também ache, não sei. Ótima resenha.
    bjus

    Curtido por 1 pessoa

      rodrigorosascampos respondido:
      10 de agosto de 2016 às 21:10

      Obrigado pelos elogios. É como eu disse, de tosas as escritoras que li, e li muitas, nunca me deparei com uma que se esforçasse tanto para agradar a só mulheres. Mas me diverti também. Beijo e boas leituras!

      Curtir

    Laura Truan disse:
    11 de agosto de 2016 às 12:05

    Oi
    Tudo bom?
    Ja li esse livro e adorei, adoro a Carina Rissi.
    Mas é exatamente isso que vc falou, é um livro clichê porém divertido, a autora domina esse genero.
    Adorei sua resenha e estou no aguardo da resenha de Admirável Mundo Novo!
    Bjos

    Curtir

    Livros Românticos disse:
    11 de agosto de 2016 às 13:32

    Fico feliz em saber que conseguiu encontrar pontos positivos na obra. É difícil quando pegamos um livro para ler com a certeza de que não somos o publico dele. Realmente, a Carina é uma autora para a mulherada que adooora um clichesão… mas fico feliz que tenha se divertido é bom quando isso acontece. Tenho um livro da autora na minha estante, mas essa mania dela de escrever calhamaços para romances mulherzinha me dão uma preguiça… espero um dia criar coragem para conhecer seu trabalho.

    Raissa Nantes

    Curtir

    Leitura Descontrolada disse:
    11 de agosto de 2016 às 16:54

    Olá,
    Não li nenhum livro da autora, mas confesso que a cada resenha que leio fico mais curiosa para conhecer sua escrita.
    Adorei a resenha e o livro parece ser incrível.
    Sem contar que a capa me cativou.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    Curtir

    Larissa Aguiar disse:
    11 de agosto de 2016 às 20:28

    Oi!
    Adorei a coluna de vocês, é bastante original.
    Eu adoro a Carina Rissi mas pra mim esse não é um dos melhores livros dela, justamente pelos pontos que você citou. Em compensação, Procura-se um Marido e Perdida são sensacionais.
    Beijos!

    Curtir

    andreiarenata disse:
    12 de agosto de 2016 às 00:30

    Oi!
    Que diferente a ideia desta coluna que vocês criaram! Com certeza será um sucesso! Quando um livro não atrai a minha atenção a primeira vista, também só costumo querer lê-lo após a indicação de umas três pessoas. Os dois livros que você citou, esse da Carina e Admirável Mundo Novo estão na minha lista de desejados e espero gostar de ambas as leituras, mesmo elas sendo bem opostas, rs. Espero que ambos curtam as indicações um do outro ^^
    Boas leituras!
    Abraços,
    Andy – StarBooks

    Curtir

    Catharina Mattavelli Costa disse:
    12 de agosto de 2016 às 14:05

    Oie
    eu adorei o livro quando li, achei bem romantico e engraçado, li outro da autora e não curti mas quero ler outros haha muito legal a proposta do post

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    Curtir

    Carla disse:
    13 de agosto de 2016 às 13:43

    Oie!
    Eu gostei bastante dessa coluna, pois achei interessante a proposta apresentada. Quanto ao livro, eu jpa tive a oportunidade de ler, e ri bastante com algumas situações, mesmo achando o livro bem clichê. Eu gostei bastante do livro.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    Curtir

    Rafael Botter disse:
    14 de agosto de 2016 às 10:17

    Adorei essa coluna no blog, bem criativo e sempre bom conhecer duas opiniões do livro. Quero ler esse livro por sua culpa, você deixou uma resenha com aquela pitada de ler o mais rápido possível essa obra.

    Curtir

    Rafael Botter disse:
    14 de agosto de 2016 às 10:19

    O jeito criativo desse post me deixou com uma baita vontade de ler essa obra, que venha novas dicas nesse estilo de post. Que tal livros de terror hein? Uma dica aí pro pessoal rs.

    Curtir

    Vivianne Sophie disse:
    15 de agosto de 2016 às 13:44

    Olá,

    Li esse livro a um tempo e achei um dos melhores trabalhos da autora. Gostei muito dos personagens, da pegada astrológica da trama e o romance que se desenvolveu muito bem, foi um tipo de livro chiclete que eu não consegui me desgrudar.

    Abraços
    Cá Entre Nós

    Curtir

    Suzzy Chiu disse:
    17 de agosto de 2016 às 12:47

    Olá, tudo bem?
    Bacana essa troca de figurinhas!
    Eu comecei a ler No mundo da Luna, mas nao continuei nem lembro pq.
    Sei que logo no inicio ja vejo que é bem engraçado tudo, e gostei da personagem doidinha.
    Carina tem um jeito mto bom de escrever, vou com certeza terminar de ler.
    Beijos!

    Livros e Sushi • Facebook InstagramTwitter

    Curtir

    Beatriz Andrade disse:
    17 de agosto de 2016 às 23:18

    Bem bacana essa coluna do blog, achei muito legal. Eu ainda não li nenhum dos livros da Carina Rissi mas sempre escuto falar muito bem deles e tenho vontade de ler.

    Curtir

    [TAG#4]Frases de mãe « LiteraKaos! disse:
    26 de agosto de 2016 às 09:07

    […]  6- Quantas vezes eu já disse para você não fazer isso? (Um personagem que mais te irritou e fez burrada.) Puts, para todo sempre, Luna de No Mundo da Luna. Essa daí pediu pra fazer merda uma atras da outra, e te deixar tão irritada ao ponto de querer jogar o livro pela janela!! Tem resenha dela aqui. […]

    Curtir

    [Tag#10]Recomendações Literárias « LiteraKaos! disse:
    7 de outubro de 2016 às 09:27

    […] Montes, então vamos a Caria Rissi. Leiam No Mundo da Luna! Rodrigo também fez resenha dele aqui e também não curtiu muito, mas isso é porque ele é um idoso chato! O livro é gostoso, […]

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s